O que fazer com o 13º salário

O que fazer com o 13º salário

13º salário

O 13º salário é muito esperado e desejado pela maioria dos trabalhadores brasileiros com carteira assinada. Um direito mantido na última Reforma Trabalhista. Continua igual e não pode ser alterado por acordo entre empresa e trabalhador, mas as datas de pagamento podem ser negociadas.

PAGAMENTO

O 13º salário deve ser pago todo fim de ano ou em época combinada em convenção coletiva, caso ocorra dispensa, com ou sem justa causa, deve ser pago na proporção dos meses trabalhados, ou seja, divida o valor do salário por 12 meses para saber o valor proporcional de 1 mês trabalhado, e multiplique pela quantidade dos meses que trabalhou para chegar o valor correto.

O QUE FAZER ?

Há muitas possibilidades par o uso do 13º salário. Investir, apostar, reformar a casa, realizar compras, viajar nas férias e principalmente para colocar as contas em dia.

INVESTIR

Com a queda na taxa SELIC anunciada pelo Banco Central, colocar e deixar o dinheiro na poupança ou em outros ativos tradicionais ficou desinteressante. Pode gerar até prejuízo. O investidor poderá ter perdas ao decidir investir em ativos com características de baixo risco. Para ter algum ganho real terá que buscar investimentos de alto risco ou longo prazo. É uma alternativa para aqueles que dominam assuntos econômicos, que contam como assessoria ou possuem um networking qualificado e identificado com investidores. Não parece ser a melhor alternativa para o trabalhador brasileiro.

APOSTAS

A Mega da Virada 2019 / 2020 gera grandes expectativas. Em 2018 cinquenta e dois ganhadores dividiram o prêmio de R$ 302,5 milhões. O evento lotérico mais esperado do Brasil ocorre, a cada ano, na noite do dia 31 de dezembro. As apostas para a Mega da Virada 2019 / 2020 podem ser nas lotéricas ou online. Reservar alguns reais para apostar pode ser uma
alternativa para ganhar algum dinheiro extra a curto prazo ou até entrar milionário no novo ano.

REFORMAR A CASA

Mudar a decoração, pintar ou reformar a casa está no desejo de muitos brasileiros. O porém é o aumento no volume e no valor do trabalho daqueles que atuam nas obras. Encontrar profissionais qualificados disponíveis e com preço satisfatório é um desafio. Mas, reformar a
casa no final do ano traz muitos prazeres. Quem não gosta de celebrar as festas de final de ano em casa com a família com conforto e novidades ?

COMPRAR

Ir as compras. Encher o carrinho do supermercado com todas as delícias da gastronomia da época. Comprar uma Tv, geladeira, fogão, smartphone, sofá ou renovar as peças do closet com as tendências da moda verão 2020, também são objetos de consumo para serem utilizados com o 13º salário. A proposta é comprar sem se endividar. Evite comprar no cartão
de crédito ou a prazo. Procure comprar à vista e negociar um bom desconto. Lembre-se : um desconto real no produto poderá gerar um ganho muito maior que deixar no banco, numa poupança. Mais : o Brasil precisa de consumo para gerar empregos. Com o atual cenário econômico desfavorável, negociar na hora de comprar poderá proporcionar bons ganhos.

VIAJAR

Reservar parte do 13° salário pode ser uma alternativa interessante para aqueles que querem dar um upgrade nas férias de verão. Utilizar junto com 1/3 do salário recebido por férias abre um leque de opções de destinos turísticos. No Booking.com, há várias opções de hotéis no Brasil e no mundo que podem encaixar no orçamento da família. Outra opção é planejar uma viagem no Carnaval.

COLOCAR AS CONTAS EM DIA

Certamente será o destino da maioria dos salários que serão recebidos pelos trabalhadores brasileiros. O número de brasileiros com o nome sujo nos sistemas de proteção ao crédito é elevadíssimo. Pagar o cartão de crédito, cheque especial, antecipar parcelas dos empréstimos, carnês e outras dívidas é a melhor alternativa. Utilize o 13º para sair do vermelho e retirar o CPF entre os negativados. Fique atento : o crescimento da inadimplência, redução no poder de compra e no nível de renda e o alto indicador de desemprego mostram que o brasileiro precisa ter cuidados nas festas de final de ano para que não haja gastos desenfreados e muitas vezes
irracionais. Reserve parte do 13º salário para garantir o pagamento de impostos como IPTU, IPVA entre outros.

ATRASO

O que ocorre em caso de não pagamento e atrasos? Os empregadores de todo país tem até o dia 20 de dezembro para pagar a segunda parcela do 13º salário aos trabalhadores. A primeira parcela vence no dia 30 de novembro. O 13º salário é uma obrigação para todos empregadores que possuem empregados CLT, o seu não pagamento ou atraso é considerado uma infração, podendo resultar em pesadas multas se for autuado por um fiscal do trabalho.

:: Existem descontos?
Como em um salário normal, também ocorrem uma série de descontos no décimo terceiro do trabalhador, porém somente na 2ª parcela. Esses descontos são Imposto de Renda (IR), a contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Pensões Alimentícias, quando mensurado nos ofícios, e as famosas contribuições associativas previstas em algumas
convenções coletivas. No que tange a impostos, no intuito de fracionar o pagamento aos empresários, diferente dos descontos, o FGTS é pago nas duas parcelas, juntamente com a remuneração salarial do mês do pagamento, seus percentuais variam: 8% para empregados celetistas e domésticos quando aplicável e 2% no caso de menor aprendiz.