Imbituba Réveillon 2021 : operação interdita estabelecimentos, proibições e permissões

Verão em Imbituba no Litoral Catarinense - Sortimentos.com Turismo

Imbituba Réveillon 2021 : operação interdita estabelecimentos, proibições e permissões

O novo Decreto Municipal (277/2020) prevê maior rigor nas fiscalizações e no combate ao novo coronavírus. Entre as normas que foram incorporadas ao documento, está a proibição da venda e consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas após às 23h59. A interrupção se estende até às 6 horas do dia seguinte. O decreto, proíbe, também, a utilização das vias públicas para a realização de encontros de carros, motos, uso de caixas de som externas, bem como, a utilização de equipamentos sonoros dos próprios veículos.

Nas praias, também ficam proibidos, o uso de caixas de som e a apresentação de músicos em tendas localizadas na faixa de areia.

A critério da administração pública, para reduzir possíveis aglomerações, poderá haver o controle de acesso em estabelecimentos, a instalação de barreiras sanitárias e até o fechamento temporário das vias públicas.

Proibições

Fica proibida entre as 23h de um dia e 06h do dia subsequente, a apresentação de músicos, Djs e qualquer tipo de reprodução musical nos estabelecimentos de alimentação, tais como restaurantes, bares, cafeterias, pub´s, sushi bar, pizzarias, lojas de conveniências, lanchonetes e afins.

Fica proibido o consumo de qualquer espécie de bebidas e gêneros alimentícios no local.

Os estabelecimentos comerciais em atividade nomunicípio incluindo lojas de departamentos, shoppings de compras, galerias e centros comerciais funcionarão de segunda à domingo respeitando as normas sanitárias estabelecidas nas respectivas portarias da Secretaria de Estado da Saúde -SES. A comercialização de alimentos e bebidas através de food-trucks ou ambulantes deve ser realizada exclusivamente por tele entrega e retirada no balcão.

Efetivo

Imbituba recebeu 27 soldados para a temporada de verão 2021 nas regiões de Ibiraquera e Praia do Rosa. O reforço de policiamento veio de várias cidades do Estado, entre elas, Tubarão, Braço do Norte, São Miguel do Oeste e Chapecó.

Operação policial

Em continuidade as ações de combate as aglomerações no município, que iniciaram na Praia do Ros, as equipes da Vigilância Sanitária e da fiscalização Covid-19 da Prefeitura de Imbituba, com o apoio das polícias, Civil e Militar, interditaram dois estabelecimentos da cidade entre a noite de sábado (26) e a madrugada de domingo (27.12). Ambas as casas ficam localizadas na Avenida Beira Mar da Praia da Vila.

Os agentes de fiscalização identificaram diversas infrações cometidas, entre elas, a falta de distanciamento entre as mesas e a superlotação nos dois estabelecimentos. Em uma das casas noturnas, já na noite de sexta feira (25), foram lavrados dois termos, de Advertência e Circunstanciado (TC).

Segundo os fiscais, nos dois locais, não havia controle de acesso e, o resultado disso foi a superlotação. Apesar da orientação prestada pelos agentes sanitários, não houve respeito aos decretos vigentes, por isso, ambos os locais foram fechados até segunda ordem.

As fiscalizações e, possíveis autuações e interdições permanecerão nas festas de fim de ano e durante toda a temporada de verão. O objetivo é evitar o risco da propagação do novo coronavírus.

No domingo do dia 20 de dezembro, uma pizzaria na Praia do Rosa foi interditada por ter infringido os decretos vigentes. No local, foi realizada uma festa para 200 pessoas, o que não é permitido em virtude da matriz de risco gravíssima da qual se encontra a região da AMUREL.

Permitido

Fica permitida a realização de eventos sociais tais como, batizados, casamentos, formaturas, jantares, reuniões corporativas, bodas, festas infantis e afins nos estabelecimentos comercias que possuam em seu alvará de funcionamento autorização para pelo menos uma das seguintes atividades.

Fica permitida a realização de cultos e atividades religiosas presenciais. Na realização das atividades previstas neste artigo deverá ser observada a ocupação máxima de 50% da capacidade total instalada.

Fica permitido o funcionamento de academias, natação, hidroginástica, hidroterapia, bem como em clubes sociais e afins, desde que sejam respeitadas as regras sanitárias vigentes, respeitando as regras sanitárias estabelecidas na respectiva portaria do Estado.

Fica permitido a prática de futebol recreativo e demais esportes coletivos