Show de César Menotti & Fabiano no Réveillon 2022 Estância Turística de Olímpia
Show de César Menotti & Fabiano no Réveillon 2022 Estância Turística de Olímpia

Sortimentos.com Festas de Réveillon

Estância Turística de Olímpia Réveillon 2022 em São Paulo

Réveillon 2022 Estância Turística de Olímpia terá show de César Menotti & Fabiano

A Estância Turística de Olímpia confirmar oficialmente a realização do Réveillon 2022. A festa da virada de ano, que marcará o retorno das festividades no município, será celebrada ao som da dupla sertaneja César Menotti & Fabiano.

A chegada do novo ano está marcada para a noite do dia 31 de dezembro (sexta-feira), no estacionamento do parque aquático Thermas dos Laranjais, como nos anos anteriores à pandemia. Segundo o prefeito Fernando Cunha, os detalhes do evento ainda estão sendo definidos, uma vez que serão respeitados alguns protocolos de segurança e saúde para garantir a diversão com cautela para a população olimpiense e para os turistas que escolhem a cidade para passar o fim de ano.

A programação está sendo organizada pela secretaria de Turismo e Cultura com apoio de parceiros. De acordo com as informações já confirmadas, a festa terá abertura a partir das 22 horas com apresentação do reconhecido cantor e sambista olimpiense, Boca Nervosa, trazendo grandes sucessos do samba nacional.

À meia noite, haverá a tradicional contagem regressiva e, na sequência, o palco ficará por conta da grande atração da noite, a dupla César Menotti & Fabiano, que promete animar o público com canções da música sertaneja e viola caipira.

Na passagem de 2019 para 2020, quando foi realizada a última edição do evento, a festa de virada de ano no município reuniu cerca de 15 mil pessoas. Para o Réveillon 2022 em Olímpia, a prefeitura aguarda as novas recomendações do Governo do Estado de São Paulo para adequar a estrutura da festa e divulgar todas as informações sobre os ingressos e os preparativos.


 Estância Turística de Olímpia  confirmou recentemente a realização do Réveillon 2022, ao som da dupla sertaneja César Menotti & Fabiano, e, além da festa oferecer entretenimento, terá ainda caráter social.
 
Isso porque, mais uma vez, a entrada para a festa será solidária, com a troca do ingresso por alimentos não perecíveis, tanto para a população como para os turistas que estiverem na cidade comemorando a data.
 
O evento, organizado pela secretaria de Turismo e Cultura, será realizada na noite do dia 31 de dezembro, no estacionamento do parque aquático Thermas dos Laranjais, como nos anos anteriores à pandemia.
 
A convite da secretária da pasta, Priscila Foresti, entidades assistenciais, participaram nessa segunda-feira, 8 de novembro, de uma reunião para definer os parâmetros do evento junto às arrecadações. O clube Thermas dos Laranjais disponibilizará estrutura para troca dos ingressos e armazenamento dos alimentos, que, posteriormente, serão conferidos e distribuídos às instituições. Estiveram presentes na reunião, representantes da APAE, Santa Casa, Santuário Nossa Senhora Aparecida, Os Vicentinos da Paróquia de São João Batista, ONG Humanizar, Comunidade Renascer e o secretário da Assistência Social, Dr. João Batista Dias Magalhães. Outras entidades também serão beneficiadas.
 
Todas as informações sobre local, data e horário da troca de convite serão divulgadas em breve. No entanto, a ação seguirá alguns critérios como os alimentos que foram definidos de acordo com as principais necessidades das entidades, sendo aceitos arroz, feijão, café, óleo, açúcar e leite. Para os turistas, cada ingresso será trocado mediante a entrega de 2 kg de alimentos. Já para o morador da cidade, será 1kg de alimento por ingresso, apresentando o Cartão Cidadão de Olímpia. Para este ano, são esperados cerca de 30 mil quilos de alimentos arrecadados. Desde 2017, a arrecadação com a troca antecipada de alimentos pelo ingresso tem beneficiado diversas instituições do município.
 
“É muito importante fazermos esta campanha para atender e trazer a política pública para o nosso cidadão. E isso vai acontecer agora com o Réveillon. Na verdade, o olimpiense e o turista irão contribuir. O município realizará esta festa para nossa população e de volta nós vamos ter a colaboração do munícipe com a doação de alimentos, além de atender as entidades e as pessoas em condição vulnerável. É Olímpia, ajudando o olimpiense”, destacou a secretária. 


Prefeitura orienta sobre soltura e fiscalização de fogos de artifício

Em vigor há pouco mais de um ano, o Decreto nº 7.288/2018 regulamenta a lei sobre a proibição do manuseio, utilização, queima e soltura de fogos na Estância Turística de Olímpia e visa orientar a população em geral para as condições de uso, principalmente, neste fim de ano, em que é comum a utilização em festas.

Segundo a Lei nº 4.401, de autoria do Poder Executivo, no município, estão autorizados somente fogos de artifícios com efeitos visuais, ou seja, fogos de vista sem estampidos; fogos de estampido desde que não contenham mais de 20 centigramas de pólvora; foguetes com ou sem flecha, de apito ou de lágrimas, sem bomba; morteirinhos de jardim e serpentes voadoras e outras equiparáveis pertencentes às classes A e B.

Ficam proibidos fogos classe C, incluídos os fogos de estampido contendo mais de 25 centigramas de pólvora e com ou sem flecha, cujas bombas contenham até 6 gramas de pólvora, e fogos classe D, incluídos os fogos de estampido com mais de 2 gramas e 50 centigramas de pólvora e com ou sem flecha, cujas bombas contenham mais de 8 gramas de pólvora.

A lei e o decreto serão igualmente estendidos a todos os estabelecimentos comerciais, condomínios, em recintos fechados e abertos, áreas públicas e locais privados do município, onde constará no alvará para eventos particulares, a menção ao disposto em lei e determinação expressa de utilização de fogos de artifícios.

De acordo com o decreto, o som produzido pelos fogos de artifícios fica acima de 150 decibéis e, segundo estudos científicos, ruídos que ultrapassem a 85 dB, principalmente quando estão acima de 120 dB, são prejudiciais à audição sensorial.

A lei visa ainda evitar prejuízos à saúde do homem, em especial crianças, idosos, pessoas com transtornos mentais, com síndrome de down, autistas e de pessoas com deficiência auditiva que utilizam aparelhos, e riscos aos animais, tais como fugas, surtos e atropelamentos. A criação da lei pelo prefeito Fernando Cunha atende também uma reivindicação das ONGs protetoras de animais da cidade.

A fiscalização da legislação será de responsabilidade da secretaria de Cultura, Esportes e Lazer. As denúncias podem ser feitas pela Ouvidoria, por meio do telefone 162, em horário de expediente, e pelo site http://olimpia.eouve.com.br

Em caso de descumprimento da legislação, o infrator identificado receberá uma multa de 40 UFESP’s (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo). Em caso de reincidência, no prazo de 30 dias, o valor será dobrado.


Publicação com apoio do site Temporada Verão