Notting Hill: projeto inédito inspirado em Londres oferece Chá da Rainha em Porto Alegre

Notting Hill em Porto Alegre Cha da Rainha

Notting Hill

Projeto inédito inspirado em Londres oferece Chá da Rainha em Porto Alegre

Com projeto marcado pelo ineditismo, Porto Alegre ganha “um lugar chamado” Notting Hill. O primeiro Garden Coffe Lounge da cidade, inspirado em Londres, nasce com a proposta de ser um pedacinho da capital britânica em solo gaúcho.

De acordo com o proprietário Rogério Pontes, a ideia principal foi criar algo inédito, que ainda não existisse no mercado, e que congregasse a diversidade da culinária e a diversão londrinas em um mesmo espaço.

Apaixonado pela cultura britânica, ele, que também é dono do Liverpool Restaurante, pretende tornar o local uma extensão do Reino Unido na capital. “Havia um gap na gastronomia e no entretenimento de Porto Alegre que pedia por um espaço que contemplasse elegância, informalidade e um toque pessoal. Assim como o Liverpool, o Notting Hill pretende ser um espaço onde os clientes se sentem parte da história da casa”.

Entre os pontos altos do empreendimento, destaque para a cozinha liderada pela chef Pretta Santos, que tem como característica principal a união de uma gastronomia de alta qualidade com a criatividade. “Teremos muitas novidades para os apreciadores da boa comida. E, para quem gosta de doces, eles serão verdadeiras obras de arte”, diz ela, sem revelar muitos detalhes, mas antecipando um muito importante: “Toda a equipe da cozinha é formada por estudantes de faculdades de Gastronomia”.

A arquitetura e ambientação do contemporâneo espaço, levam assinatura do conceituado arquiteto Marcelo Pontes – mesmo responsável pelo projeto nacional Casa da Mulher Brasileira, em parceria com o proprietário do local, que idealizou cada detalhe.

Com conceito pensado para funcionar de formas diferentes, a casa modifica o cardápio e os produtos oferecidos, bem como a iluminação cenográfica, de acordo com o período do dia e com tradicionais pontos turísticos londrinos. “Trabalhamos com Notting Hill Gate, Westminster, Camden Town e Hyde Park”, explica o arquiteto, que completa: “Conforme o dia passa, a iluminação natural dá lugar a um novo tom. Uma leve predominância do azul nas paredes de tijolos aparentes e o bar revelam um pub, ainda que não se tenha o compromisso de ser uma casa noturna”.

Notting Hill em Porto Alegre Cha da Rainha

Notting Hill Gate traz a descontração do bairro mais descolado de Londres durante a tarde, com cafés e doceria internacional assinada pelo chef de pâtisserie Andrius Grassi, que estudou na Le Cordon Bleu, na França. Westminster apresenta a tradição do “chá das cinco”, pontualmente servido às 17h, com uma elegante torre de Chá da Rainha, que traz iguarias consumidas pela monarca diariamente e outras adaptadas à culinária brasileira.

Camden Town representa o happy hour que, como em Londres, começará cedo. No final da tarde, entram as cervejas especiais, drinques e vinhos. E, a qualquer momento do dia, o local incorpora o astral leve e relaxante de Hyde Park, onde o visitante pode se recostar em uma confortável chaise ao ar livre e compartilhar uma boa conversa com amigos, enquanto aprecia pratos quentes.

Ambientado em tons de marrom e verde, com o intuito de remeter aos jardins ingleses, no salão principal, de 100m², estão dispostos mesas e aconchegantes poltronas, cadeiras e sofás. O toque especial fica por conta do Recanto da Rainha, decorado com um sofá Chesterfield e poltronas em veludo bordô e vermelho, e pelo piano Müller Schiedmayer, de 106 anos, que poderá ser tocado tanto por músicos profissionais, quanto por mãos habilidosas que estiverem pela casa e desejarem a experiencia única de tocar numa peça centenária.

O espaço da confeitaria trabalha com tons caramelo, sempre acentuados pelo azul. Do mesmo modo, o balcão inglês dos pubs tradicionais está presente em tampo de madeira escura e base de tijolos maciços.

A referência principal da decoração da casa é a porta azul (The Blue Door), que ficou famosa no filme Um Lugar Chamado Notting Hill. “Os materiais utilizados na ambientação vão desde placas de metal enferrujado até elementos de decoração vintage, como venezianas e grades originais. O piso em madeira confere sensação de aconchego e torna o espaço confortável”, explica Marcelo Pontes.

Na área externa, um deck com 60 m², composto por mesas e cadeiras, se integra harmoniosamente com o jardim de 80 m². A sombra de uma de uma frondosa bergamoteira faz um convite de descanso aos visitantes que desejarem sentar em almofadas e desfrutar um vinho ou tomar um dos quatro drinques que a Rainha Elizabeth degusta todos os dias. Quem preferir, pode caminhar descalço pela grama ou se conectar com a natureza, regando as plantas. “Cada detalhe foi pensado com muito zelo. Queremos que, ao entrarem aqui, as pessoas criem memórias de momentos inesquecíveis”, finaliza Rogério Pontes.

Notting Hill em Porto Alegre Cha da Rainha

Localizado na Rua Santa Cecília nº 1535, o Notting Hill funciona de segunda a sábado, das 12h até as 22h. A casa conta com acessibilidade para portadores de deficiência.