Vitória Moda 2018 começa com talkshow da estilista brasileira Lenny Niemeyer

Vitoria Moda 2018 - Lenny Niemeyer e Betty Feliz
Vitoria Moda 2018 – Lenny Niemeyer e Betty Feliz

Vitória Moda 2018

Na noite de segunda-feira (30.07.18) aconteceu abertura do Vitória Moda 2018 no Edifício Findes. O evento lotou o auditório da sede do Sistema e contou com a presença marcante da grande estilista brasileira Lenny Niemeyer, em um talkshow mediado pela jornalista Betty Feliz. Durante o bate-papo, Lenny, contou um pouco da sua trajetória com histórias pessoais e profissionais ótimas e falou sobre o mundo da moda, sobretudo nessa era digital. A 11ª edição da maior semana de moda capixaba vai até o sábado, 04 de agosto, com palestras de capacitação e desfiles.

Lenny Niemeyer
A estilista que dispensa apresentação no universo fashionista nasceu em Santos, cresceu em São Paulo, e escolheu o Rio de Janeiro para viver e se dedicar a sua carreira. Lenny é proprietária de marca de moda praia com o seu nome com mais de 19 lojas espalhadas pelo país, incluindo Vitória e cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Trancoso, Salvador e Distrito Federal, além de 180 multimarcas por todo o território nacional. Países como Estados Unidos, Inglaterra, França, Espanha, Itália, Dubai, Caribe, Canadá, Portugal são alguns que recebem exportação da grife. As peças podem ser encontradas em lojas de departamento como Anthropologie, Neiman, Marcus, Wynn Resorts- USA, The Cove-Bahamas, Holt Renfrew- Canada, Heidi Klein-Londres, El Corte Ingles-Portugal, Beymen- Istambul, Sogo & Seibu-Japão. Sinônimo do lifestyle carioca, seus desfiles são aclamados nas temporadas de verão. Além de todo esse currículo, a estilista já se aventurou na tevê, no canal GNT comandando um programa “Prazer em Receber” onde mostrou seu talento também como anfitriã de grandes encontros.

Observações de Lenny Niemeyer
“Para começar uma marca do zero e lançar no mercado é necessário muito estudo, pesquisa, persistência e humildade. Conhecer profundamente o mercado minimiza riscos”.

“Empreender nunca foi fácil, independente do setor de atuação. Em termos do mercado de moda, hoje existem incentivos por parte de grandes empresas e fundos de investimentos para start ups e muito mais informação de moda. Na minha época, cursos profissionalizantes e técnicos eram inexistentes. Era preciso estudar no exterior para cursar moda”.

“Trocar experiências é muito enriquecedor. O networking – se comunicar e ter uma rede de contatos – para uma carreira na moda abre muitas portas por serem fontes de informação. Mas não é tudo!”

“O advento das mídias sociais mudou a forma de criar e vende.. Virou fonte de pesquisa e vendas. Através delas monitoramos comportamento de nossas clientes, medimos a satisfação e aceitação de nossos produtos, interagimos e vendemos sem muito esforço. O varejo agradece”.

“A moda se tornou mais acessível a todos, muitas marcas surgiram, existe oferta para todas as classes sociais, gostos e tipos de corpo. A moda está mais democrática. Mercados distintos dividindo mesmo espaço físico. Como por exemplo o mercado de luxo se associando às fast fashion, o mix high and low”.

Quase três décadas depois da criação de sua marca homônima, Lenny Niemeyer se tornou a maior estilista de moda que oscila da praia para o cotidiano, com roupas casuais para “vestir as mulheres contemporâneas que valorizam o conforto e qualidade”, afirma. Seu primeiro Biquíni continua sendo uma referência. Inovador ao inserir um acessórios, uma argola de tutano de boi em uma lycra, a criação teve recentemente uma releitura com a inserção de osso em resina. “Inovação faz parte de minhas diretrizes no momento de criar uma nova coleção . Pesquiso, troco com meu time de estilo e acompanho pelas redes sociais e artigos, sobre a mudança de comportamento mundial”, concluiu.

Booking.com