Vai ficar ainda pior : Tabela de Verão nos ônibus da Capital gaúcha

Ônibus da Viva Sul circulando com ar condicionado estragado
Ônibus da Viva Sul circulando com ar condicionado estragado

Tabela de Verão nos ônibus

O movimento das pessoas para as compras do Natal não foi capaz de modificar a incessante tomada da Prefeitura de Porto Alegre, através da EPTC, em beneficiar o sistema de consórcio de transporte público por ônibus na Capital gaúcha. Entre segunda-feira, 23, até 1º de março, estará em vigor a Tabela de Verão no sistema de ônibus em Porto Alegre.

A redução no número de viagens será de 8%, porém os  primeiros e últimos horários de todas as linhas seguem inalterados. A medida se deve à diminuição de passageiros nessa época do ano, prevista em 17% devido às férias escolares, entre outros. A Tabela de Horário de Verão é tradicional durante as férias, mas a redução em 2020 será maior em relação aos anos anteriores, pois levará em conta as intervenções feitas desde setembro/19 que diminuíram a oferta de horários em diversas linhas, aumentando o intervalo de um veículo e outro e consequentemente a espera nas paradas.

Executivo e Câmara pró Concessionários

A gestão do Prefeito Nelson Marchezan com apoio de maioria dos vereadores da Câmara não para de buscar soluções que atendam os interesses dos Concessionários. O executivo em parceria com vereadores viabilizaram a aprovação de aumentos de tarifas acima da inflação, retirada da gratuidade da segunda passagem, aumento da idade da frota e nos intervalos de ônibus bem como a eliminação de linhas aos finais de semana e feriados.

Contra o usuário

Vale lembrar que o transporte público por ônibus é uma concessão do Município que deveria atender prioritariamente os desejos e necessidades dos usuários. Para o Executivo e maioria dos vereadores da Capital gaúcha, as tomadas de decisão buscam somente atender os interesses comerciais dos concessionários.

A favor do desemprego

Falta sensibilidade ao Executivo e para maioria dos vereadores ao tentarem aprovar a retirada dos cobradores em determinada faixa horária, repassando ao motorista a dupla tarefa de dirigir e cobrar. Acabar com empregos num momento que o país conta com mais de 12 milhões de desempregados, crescimento da informalidade e falta de empregos formais, para diminuir o preço da passagem em apenas 1% é injusto e insensível. Reforça a ideia que a dupla trabalha somente para atender interesses dos concessionários.

Renovação da frota nem pensar

Recentemente o governo federal liberou verba para empresas atualizarem suas frotas. Empresas do Rio de Janeiro e Curitiba são exemplos que utilizaram os recursos. Em Porto Alegre, nenhuma atualização da frota, apesar de constar no valor tarifário da última licitação, percentual para financiamento na aquisição de novos veículos. O usuário paga a renovação da frota mas não ganha. Apropriação indébita das empresas com a passividade do Ministério Público, Executivo através da EPTC e do Legislativo Municipal.

Eleições 2020

O eleitor da capital gaúcha poderá fazer valer sua posição nas próximas eleições. Será a hora de aprovar ou não a gestão do Executivo e do Legislativo. Se você concorda com todas as decisões do prefeito e do seu vereador, tudo bem. Agora, se as ações dos políticos não representam tua posição, é hora de mudar de voto. Cuide ao rever seu voto. Não basta alterar o nome do candidato. Fique atento ao histórico do partido e suas propostas, as manobras nas votações na Câmara e suas negociações com o Executivo. PP, Psdb, MDB, Novo, Podemos entre outros estão na base do governo de Marchezan, que pouco fez pela cidade, a não ser retirar direitos do cidadão e aumentar o IPTU.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) irá monitorar o atendimento de todas as linhas para a realização de ajustes, caso seja necessário. Dúvidas, informações ou reclamações podem ser encaminhadas pelo fones 156, 118 ou no site da EPTC.