CoronaVirus no Brasil: notícias e atualização de casos (29.03.20)

CoronaVirus Flash News notícias do mundo e Brasil

CoronaVirus no Brasil: notícias e atualização de casos (29.03.20)

Brasil 4256 casos e 136 mortos

Boletim divulgado no domingo (29) pelo Ministério da Saúde atualizou os números de casos do novo coronavírus no país. Até hoje, o Brasil tem 136 mortes e 4.256 casos confirmados.

No sábado número de mortes no país era de 114. Letalidade cresce 0,5%.

Nas últimas 24 horas, foram 353 casos confirmados, aumento de 9% em relação ao dia anterior.

Em São Paulo, há 98 mortes e 1.451 casos confirmados. Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com 17 mortes e 600 casos. Em terceiro lugar, Ceará e Pernambuco aparecem com cinco mortes. O Ceará tem 348 casos confirmados, e Pernambuco, 73.

Têm duas mortes confirmadas Rio Grande do Sul e Paraná.

Os estados que já registraram uma morte são Amazonas, Bahia, Piauí, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Goiás e Santa Catarina.

No mundo todo, as mortes pelo COVID-19 já ultrapassam 30 mil.

O número de pacientes com Coronavírus chegou a 197 no domingo, 29, em Santa Catarina. O boletim foi divulgado no fim da tarde pelo Governo.

A restrição do convívio social em Santa Catarina está prorrogada por 7 dias, a partir de quarta-feira, 01/04. ” Acreditamos que a economia e os empregos nós poderemos recuperar, mas as vidas não”, disse o governador indeciso.

Presidente Jair Bolsonaro afirmou no domingo (29) que cogita assinar um decreto para permitir que todas as profissões possam voltar a trabalhar. O presidente tem sido crítico a medidas restritivas impostas por governadores em alguns Estados em razão da pandemia do novo coronavírus.

“Eu estou com vontade, não sei se vou fazer, mas estou com vontade de baixar um decreto amanhã: toda e qualquer profissão legalmente existente, ou aquela voltada para a informalidade, mas que for necessária para o sustento dos seus filhos, para levar o leite para os seus filhos, levar arroz e feijão para a sua casa vai poder trabalhar”, afirmou ao chegar no Palácio da Alvorada no domingo, depois de fazer uma visita a vários locais da capital federal, como padarias, postos de combustível, mercados e farmácias. 

Governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou que, ao insistir em incentivar a retomada das atividades econômicas enquanto o novo coronavirus avança no país, o presidente Jair Bolsonaro estimula aqueles que estão “mais preocupados com a economia do que com a vida”. Barbalho endureceu as medidas de isolamento social no estado.

Doação de sangue não pode parar com pandemia do coronavírus. Entre em contato com o Hemocentro do seu estado e se informe sobre como ajudar.

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral afirma que o calendário das eleições deste ano está mantido por enquanto. Em nota, a ministra Rosa Weber disse que é prematuro pensar em alterações neste momento por causa da pandemia de coronavírus.

Para reduzir os efeitos econômicos da crise causada pela expansão do Coronavírus no país, o presidente do Sebrae, Carlos Melles, pede que os brasileiros apoiem o movimento Compre do Pequeno.

Por conta do Coronavírus, o aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, no Rio, deve reduzir em 90% do total de voos em abril.


Confinamento aumenta uso de aplicativos de paquera; usuários gastam até 25% mais tempo neles.

Sambódromo do Rio de Janeiro recebe pessoas em situação de rua a partir de segunda.

Carro pego em carreata anti-isolamento no Pará devia R$ 22 mil em multas

Com o registro no DF, Brasil tem agora 119 mortes por Covid-19

O governo do DF confirmou a 1ª morte provocada pelo coronavírus. A vítima é uma mulher de 61 anos. Ela estava internada no Hospital Regional da Asa Norte. Esta é a segunda morte por Covid-19 na região Centro-Oeste.

Bahia e Rio Grande do Norte registram as primeiras mortes por coronavírus

Twitter excluiu 2 publicações de Bolsonaro por violarem regras da rede. Presidente visitou comércio no DF e fez vídeos, em meio a aglomerações, defendendo reabertura de empresas, sem destacar medidas de mitigação do impacto econômico e em oposição ao Ministério da Saúde e OMS.

Flávio Bolsonaro dissemina notícia que usa foto indevida de família gaúcha para falar de cura da Covid-19

“Eu como economista gostaria que nós pudéssemos manter a produção e voltar mais rápido. Eu como cidadão, seguindo o conhecimento do pessoal da saúde, ao contrário, quero ficar em casa e manter o isolamento”, diz Paulo Guedes.


Presidente Bolsonaro desconsideração epidemia e isolamento e aparece em locais públicos próximos ao Centro de Brasília, formando aglomerações ao seu redor.

Doria : “O gráfico do número de infectados pela Covid-19 demonstra desaceleração em São Paulo. O crescimento no Estado está proporcionalmente menor que no resto do Brasil, graças às medidas de isolamento adotadas e a cooperação da população”. “Ainda assim, os números estão crescendo, o que reforça a importância de ficar em casa. Isso é fundamental para evitar que mais pessoas sejam contaminadas e salvar vidas.”, completou

Em coletiva realizada no sábado (29), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lembrou que é importante que o Brasil se una na mesma direção para passar pela pandemia do Coronavírus sem maiores danos. Mandetta oscila entre um discurso técnico e político para se manter no cargo. Por vezes a fala parece confusa e contraditória.

Ministro lembrou que a saúde não é uma ilha e que a economia é muito importante para a saúde nesse momento. Segundo ele, é necessário pensar nisso para que não falte comida na casa das pessoas, por exemplo.

“Não podemos agir pensando individualmente, mas coletivamente. É hora da União, estados, municípios e população estarem bem alinhados para enfrentarmos juntos essa fase ruim.”, disse o Ministro.

Sobre os o abastecimento dos Equipamentos Individuais de Proteção, observou que é preciso regularizar com ética e profissionalismo, caso contrário a força de trabalho será perdida e o sistema terá dificuldades. “Agora temos que poupar o sistema e não sobrecarregá-lo”.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moises sinalizou no domingo, 29, que deve prorrogar as medidas de isolamento social em Santa Catarina por mais tempo durante uma reunião com os prefeitos das maiores cidades do Estado e os presidentes das Associações de Municípios.

Mourão diz que Brasil precisa achar modelo de isolamento que não seja “oito ou oitenta”

Durante a madrugada de domingo, 29 de Março, Militares do Comando Conjunto do Planalto realizaram operação de desinfecção na Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília

A Organização Mundial da Saúde (OMS) desaconselha o uso de luvas. Lavar as mãos com frequência e evitar toques no rosto são medidas mais eficazes para combater o Coronavírus (covid-19)


PCC quer usar novo coronavírus para libertação de integrantes da facção

MEI – Devido aos impactos da pandemia do Coronavírus (Covid-19), o prazo final para entrega da Declaração Anual Simplificada, referente a 2019, foi prorrogado para 30 de junho de 2020.