Supermercados sentem os efeitos da crise econômica

Supermercados Hipermercados vendas Brasil 2014 (2)
Supermercados sentem os efeitos da crise econômica Setor observa o maior fechamento de vagas desde 2010
Em um cenário de crise econômica em que os setores estão mais demitindo que contratando, o setor supermercadista, que até então vinha na contramão, agora começa a ser impactado. Conforme a APAS ( Associação Paulista de Supermercados ) que representa 1.260 associados do setor supermercadista no Estado de São Paulo, que somam mais de 2.830 lojas, somente em junho deste ano foram registradas 23.709 demissões contra 21.750 contratações, ou seja, um saldo negativo de 1.959, o pior registro desde 2010.
O número só não é maior em comparação com os meses de janeiro, em que tradicionalmente o saldo costuma ser negativo, pois muitos postos de trabalho são criados no final do ano, mas nem todos são efetivados posteriormente. No ano passado, junho totalizou 23.830 contratações contra 23.681 demissões, que resultaram em um saldo positivo de 149 vagas.