zico-identidade-visual-zico-campanha-a-presidencia-da-fifa

O ex-jogador de futebol Arthur Antunes Coimbra, o Zico, anunciou a desistência da candidatura à presidência da Federação Internacional de Futebol (Fifa). A informação foi divulgada no início da noite de segunda-feira (26.10.15), na página da campanha oficial do atleta no Facebook.

Zico havia anunciado sua intenção de concorrer à Fifa em junho deste ano, mas dizia sempre que a candidatura dependeria do apoio de pelo menos cinco confederações de futebol, segundo estabelece as regras da entidade. Ele chegou a viajar por alguns continentes a fim de conseguir o apoio.

No texto publicado no Facebook, Zico diz que havia promessa de seis apoios, mas que a retirada da candidatura do francês Michel Platini, presidente da União das Federações Europeias de Futebol (Uefa), suspenso por 90 dias, pelo Comitê de Ética da Fifa, por suposto envolvimento em negócios irregulares envolvendo o presidente afastado da entidade, Joseph Blatter, mudou o cenário.

“Caros amigos, não deu. Estávamos animados ontem com seis promessas de cartas, mas hoje o movimento da Uefa, com a retirada de Platini, mudou todo o cenário. A forma atual da eleição da Fifa realmente não favorece a mudança. Basta ver que os nomes que estão aí para esta eleição dificilmente poderão realmente falar em mudança”, afirmou Zico.

O ex-jogador do Flamengo agradeceu às pessoas que o apoiaram diretamente na campanha e ressaltou que o importante era manter o debate sobre a política esportiva baseada na transparência.

“Que outras partidas venham por aí. Plantamos uma semente para um debate sobre uma nova forma de gestão do futebol, baseada na democracia e na transparência. Abraço em todos”, disse.

 

Zico apresentou identidade visual de sua campanha à presidência da Fifa no Maracanã

O palco que consagrou Zico recebeu o pontapé inicial de uma campanha pela moralização do futebol em escala global. No domingo (27.09.15), foi lançada, antes do clássico entre Flamengo e Vasco, partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 2015, a identidade visual que marcará a corrida pela presidência da FIFA. O conceito é obra do designer Hans Donner, um apaixonado por futebol, que transformou em imagens o que o eterno Galinho de Quintino propõe em sua campanha #ZicoFifa .

Hans Donner, que é alemão e naturalizado brasileiro, acreditar ter tido sorte por se apaixonar pelo Brasil e essa história de amor começou pelo futebol, mais precisamente vendo a seleção de 58 jogar. “Minha vida sempre teve a bola e o mundo como referências, a paixão pelo futebol arte e pela alegria do Brasil são partes fundamentais da minha história. E quando Zico me ligou, todos os encontros me vieram à cabeça culminando no Jogo Limpo e no amor pelos fãs que o Zico representa”, comentou Hans.

Zico acredita que ter o amigo nesta parceria é um reforço de peso em sua campanha rumo à presidência da FIFA e comemora ter o Maracanã para apresentação deste trabalho. “É uma honra imensa ter uma logo feita pelo Hans Donner e não há palco mais íntimo e querido que o Maracanã para lançar a marca da minha campanha. Acho que não podia ser diferente. O Hans é um homem de muitos gols na vida, mas que agora, com esta tabelinha, vai marcar um no Maracanã e, portanto, vai viver uma das melhores emoções da vida dele. Nada descreve a emoção de fazer um gol nesse estádio”, finalizou o artilheiro, que ao longo da carreira marcou 333 gols no Maracanã.

-- --