Importadora Porto a Porto e Casa Flora trazem ao Brasil série limitada do vinho tinto de autor Sidecar 2015

vinho tinto de autor Sidecar 2015

Importadora Porto a Porto e Casa Flora trazem ao Brasil série limitada do vinho tinto de autor Sidecar 2015 assinado pelas enólogas Susana Esteban e Filipa Pato, e também pelo sommelier William Wouters, estão disponíveis no país.

Sabe quando grandes nomes da música se reúnem para um concerto ou quando artistas plásticos de renome resolvem fazer uma mostra coletiva ou ainda quando um time de futebol só tem craques? É o que aconteceu no mundo do vinho quando a enóloga espanhola Susana Esteban resolveu criar o projeto Sidecar e desafiar enólogos ou pessoas ligadas ao assunto para elaborar um vinho na adega dela, em Mora, na região do Alentejo, em Portugal. Esteban lança o desafio e vai “de carona”: o convidado é quem define o que fazer. Por isso mesmo o nome Sidecar, como são chamadas as motocicletas com dispositivo lateral para acompanhante.

A versão 2015 do projeto, que acaba de chegar ao Brasil em número limitadíssimo de garrafas, contou com a parceria da enóloga internacionalmente reconhecida Filipa Pato e de seu marido, o sommelier William Wouters. O resultado da elaboração a seis mãos é um vinho de autor que mistura com perfeição as castas tradicionais da Serra de São Mamede, no Alentejo, com a uva Baga de vinhas centenárias da região da Bairrada.

Filipa Pato, que tem seus vinhos trazidos ao Brasil pelas importadoras Porto a Porto e Casa Flora, comenta que o projeto foi uma experiência muito rica e um excelente motivo para encontrar uma grande amiga com mais frequência. “A Susana mostrou-nos várias vinhas no Alentejo e ficamos apaixonados por uma vinha velha na Serra de São Mamede, que é um microclima mais fresco na zona norte do Alentejo”, conta Filipa. “Além disso, quisemos fazer a vinificação em ânfora, método que respeita ainda mais as vinhas velhas, pois permite uma fermentação mais cuidadosa em pequena quantidade, já que as vinhas velhas têm produção muito reduzida. Na Bairrada vinificamos uma vinha velha de Baga também em ânfora e no final do processo a proporção do blend foi discutida entre todos”, completa.

O fato de ser vinificado e estagiar em ânfora, técnica que remete ao surgimento milenar do vinho e que é resgatada pela enóloga, resulta em uma bebida mais macia e pronta para ser degustada mais jovem, extremamente elegante. O Sidecar 2015 deve ser servido ligeiramente fresco (entre 14 e 16º C) e harmoniza com carnes vermelhas e queijos cremosos. Foram produzidas 1.700 garrafas de 750 ml e 50 garrafas de 1,5 litros e dessas menos de 100 estão disponíveis no Brasil. A graduação alcoólica é de 12,5%. Em 2014, o enólogo Dirk Niepoort foi o primeiro parceiro do projeto Sidecar.

Preço sugerido: R$ 499,00*

-- --