Vancouver Fashion Week FW18 : como foi o quinto dia de desfiles

Vancouver Fashion Week FW18 VFW FW18-Foto Aziz Dhamani -2018

Vancouver Fashion Week FW 18

Sexta-feira (23.03.18) quinto dia da movimentada e bacana Vancouver Fashion Week edição Outono Inverno, no David Lam Hall, no centro de Vancouver, teve streetwear e conceito “fashion-on-acid”.

Profanity, da jovem estilista de Vancouver, LillzKillz, mostrou ao mundo o que há de mais recente em streetwear, descrito como “fashion-on-acid”. As roupas trazem uma inquestionavelmente expressão própria : profana e eclética. Lillzkillz usou néon, látex brilhante, estamparia quadriculada, pele de estampa de tigre colorida e sapatos de plataforma para impressionar a plateia.

A revista Apparel selecionou um grupo de estilistas da Nova Zelândia em um espetáculo inspirador e variado. Georgette Pollock-Johnston, levou a coleção Renée, homenagem a sua falecida avó, que exibe sensuais quimonos, sobretudos brilhantes, vestidos de noite e terninhos. Com imagens icônicas de Renée em estilo Versace, os enfeites incluem pérolas, cristais e miçangas. A coleção de “primeiro amor” de Traceygh apresentou tons pastéis em sedas e chiffons para uma sensação leve e livre. Jerome Taylor para a Not For You, uma linha masculina de streetwear de alta qualidade, tinha um trench coat de crepe de chine, bombardeiros com a marca do logotipo e botas de couro de aparência agressiva para uma coleção com atitude.

A marca JK Menswear, com sede em San Francisco (EUA), exibiu roupas masculinas com muita desconstrução para o FW18.

A designer Julie Kintner, inspirada na estética ‘sem cortes’ de andar na floresta, se perder e se sentir crua, brinca com padrões e texturas que complementam a natureza, com contrastes de neon e metálico para efeito. Estampas serigrafadas com casacos largos, t-shirts plissadas, capuzes, calções com cordão, calças e jaquetas-bombardeiras.

L.A marca Nadjarinais, mistura inspirações orgânicas e industriais. Enfeites de estilo de franja adicionam textura para tops. O azul pálido é complemento para cores naturais. Nos pés das modelos foram fitas no lugar de sapatos.

O estilista Alexander Sanchez exibiu uma coleção extravagante de vestidos femininos. A linha elegante expressa o design e estilo de alto luxo, com uma transição por seda preta, vestidos e jaquetas estruturadas, veludo elegante, lantejoulas, renda branca, bainhas com babados e punhos de babados.

A marca japonesa Tokyo seguiu um estilo utilitarista, com tecidos descoloridos, com números impressos e letras. Uma linha de roupas unissex, com peças para trocar e em camadas, tudo em uma paleta suave. Um visual minimalista para os homens era composto por uma jaqueta com gola de botão e bolsos quadrados com calça larga e sliders.

Inspirado pela sombra e reflexão a designer australiana Allie Howard procura revelar ou esconder o corpo. O couro é desenvolvido com corte a laser, colagem, camadas, tecelagem e empilhamento, criando texturas complexas para sua coleção GRID FW 18. Uma coleção de formas híbridas de fibras naturais, couro e organzas silk. Uma moda feminina limpa e sofisticada com belos acabamentos e forma gráfica.

Vancouver Fashion Week VFW
Sortimentos ( http://sortimentos.com.br ) e Moda Eventos ( http://modaeventos.com.br ) sites de Fábio Juchen são media partners pela terceira edição consecutiva da Vancouver Fashion Week – VFW