Vendas do Dia das Mães caem 8,4% e atingem o pior desempenho desde criação do indicador da Serasa Experian em 2003

Dia das Mães 2016 teve o pior desempenho desde o início da série, em 2003. Durante a semana da data, de 02 a 08 de maio, as vendas caíram 8,4% em relação ao mesmo período do ano anterior (04 a 10 de maio). No final de semana do Dia das Mães (06 a 08 de maio), houve queda de 9,5% em todo o país na comparação com o final de semana equivalente ao do ano anterior (08 a 10 de maio).

Na cidade de São Paulo, as vendas realizadas na semana do Dia das Mães caíram 8,2% ante a mesma semana do ano passado. No final de semana da data, as vendas tiveram queda de 10,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a queda do poder de compra dos brasileiros, tendo em vista a escalada do desemprego, e a inflação ainda em patamar elevado, afetaram negativamente o movimento varejista no Dia das Mães deste ano.

Também o crédito mais caro e escasso contribuiu para o desempenho negativo desta que, depois do Natal, é a mais importante data comemorativa do varejo nacional.