Brasil registra redução de 1.081.024 contratos de TV por assinatura em 12 meses

controle remoto tv por assinatura televisao midia

TV por assinatura

De acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil registrou 17.851.565 contratos de TV por assinatura no mês de março de 2018. Nos últimos 12 meses, a redução foi de 1.081.024 contratos (-5,71%). E em relação ao mês anterior, março apresentou uma pequena redução de 972 contratos (-0,01%).

Empresas
A participação de mercado das prestadoras móveis ficou assim dividida em março de 2018: A NET possui 8.973.366 clientes, o que representa 50,27% do mercado, a Sky possui 5.298.485 clientes, o que equivale a 29,68% do mercado. A Telefônica possui 1.586.498 de clientes (8,89% do mercado) e a Oi possui 1.526.399 clientes (8,55% do mercado).

Nos últimos 12 meses, somente duas empresas registraram crescimento: a Oi com +175.163 contratos (+12,96%) e Algar com um leve aumento, de 362 contratos (0,37%). As demais empresas apresentaram queda, com destaque para NET, com a perda de 765.891 contratos (-7,86%) e Sky com redução de 289.986 contratos (-5,19%).

Unidades da Federação

Dentre os estados, em 12 meses, as maiores reduções de contratos, em termos percentuais, foram: no Amapá com -3.021 (-12,89%), Pernambuco com -47.104 (-12,66%) e Sergipe com -11.174 (-11,69%). Em termos quantitativos as maiores quedas foram: em São Paulo com -485.499 contratos (-6,71%) e Rio de Janeiro com -129.250 contratos (-5,05%). Maranhão, Piauí e Tocantins registraram pequenos aumentos no serviço.

Na comparação entre fevereiro e março de 2018, as maiores reduções percentuais foram: no Amapá com -264 contratos (-1,28%) e no Pará com -4.913 contratos (-1,59%). Em termos quantitativos, as maiores diminuições foram: no Rio de Janeiro com -5.932 contratos (-0,24%) e no Pará com -4.913 contratos (-1,59%). O Rio Grande do Sul registrou um aumento de 8.082 contratos de TV por assinatura, de fevereiro para março de 2018.