Turismo temporada cruzeiros

Com a chegada do verão, começa também a temporada de cruzeiros. São várias as opções de pacotes para embarcar em grandes navios que chegam a visitar mais de 200 destinos pelo país – dos mini-cruzeiros, com até quatro dias de duração, aos roteiros mais longos e com mais paradas.

De acordo com uma grande agência de turismo brasileira que comercializa pacotes de cruzeiros, a temporada que começa em novembro e se estende até maio de 2016, promete ser boa. Serão dez navios saindo de Santos (SP) e do Rio de Janeiro com destino ao litoral.

Para atrair mais passageiros, a empresa congelou o preço do dólar a menos de três reais. A condição também se estendeu aos pacotes de bebidas, excursões e serviços de spa, adquiridos antecipadamente. “Com essa estratégia, esperamos a ocupação total em nossos navios”, disse o porta-voz da agência.

O presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos, Marco Ferraz, revela algumas das vantagens de viajar a bordo de um navio: “Não precisa desfazer mala a cada cidade que se passa e tem-se uma visão diferente dos destinos turísticos”, afirmou.

A viagem de cruzeiro é uma oportunidade que o brasileiro tem de conhecer melhor o litoral de seu país, segundo o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. “Vejo muitas pessoas fazendo viagens de navio pelo Caribe, pelas ilhas gregas, mas temos aqui um potencial enorme para explorar em nossa costa. Somos o país número um do mundo em recursos naturais”.

Grande parte das atividades turísticas no Brasil são realizadas nas proximidades de espelhos d’água, como praias, lagos, rios e estâncias hidrominerais. São cerca de oito mil quilômetros de litoral e cerca de 35 mil km de vias internas navegáveis no Brasil.

O Ministério do Turismo já investiu mais de R$ 570 milhões na estruturação e requalificação de atrativos e complexos de turismo e lazer que dão vida às orlas marítimas, fluviais e lacustres do País.

-- --