Porto de Rio Grande cresce 5% em movimentação de cargas em oito meses

Porto de Rio Grande SUPRG - Foto Marketing Tecon
Porto de Rio Grande SUPRG – Foto Marketing Tecon

A Superintendência do Porto de Rio Grande (SUPRG) divulgou, na quarta-feira (21.09.16), os dados mensais de movimentação do complexo portuário. Entre janeiro e agosto de 2016, o porto gaúcho ultrapassou 27 milhões de toneladas transportadas, representando crescimento de 5% em comparação com o mesmo período de 2015.
“Acompanhamos diuturnamente estes números que são reflexos diretos da produção do Rio Grande do Sul. O alto crescimento da celulose, por exemplo, reflete num expressivo aumento da carga geral, mostrando que nosso porto não está voltado apenas a um segmento de produto”, afirma o diretor-superintendente Janir Branco.

O segmento de Carga Geral obteve o aumento de 34,3% nos oito primeiros meses do ano quando comparados a 2015, totalizando 7.011.062 toneladas. O Graneis Líquidos tiveram crescimento de 15%, acumulando 3.253.216 toneladas.
“O ano de 2016 tem apresentado diversas dificuldades aos setores de nossa sociedade, mas com seriedade e trabalho estamos conseguindo superar esses desafios. A prospecção de cargas como as toras de madeira e a celulose são o grande diferencial nesse cenário econômico”, afirma Branco.

Os Graneis Sólidos estão com retração de 3,45% impulsionados pela expressiva queda do Trigo (-38,5%) e do complexo soja (-4,73%). Demais grãos seguem em alta atividade como o arroz carga geral e sólido (+17,5%), milho embarque e desembarque (+116,6%) e a cevada desembarque (+32,1%).

A movimentação total do complexo até agosto de 2016 somou 27.158.737 toneladas. Os contêineres seguem com aumento de 1,2% quando comparado com 2015, totalizando mais de 479 mil TEUs (unidade equivalente a 20 pés). No complexo portuário já foram operadas 2.163 embarcações efetuando embarques e desembarques.

A Superintendência do Porto do Rio Grande anuncias também o novo píer multiuso a ser instalado no Superporto. O novo píer ficará entre a Braskem e a Transpetro com preferência para atracação de navios de Gás Natural Liquefeito.

Texto: André Zenobini/Ascom SUPRG || Edição: Sortimentos.com

-- --