Porto Alegre – Violonista Rafael Lopes lança trabalho autoral "Círculo do Tempo" em show na Casa da Música

Foto Rafael Lopes por Isabela Moraes

O compositor e violonista Rafael Lopes se apresenta na sexta-feira (21/8/15), às 19h, na Casa da Música (Rua Gonçalo de Carvalho, 22), em Porto Alegre / RS. O show marca o lançamento de seu novo trabalho autoral, o disco “Círculo do Tempo”, que explora essencialmente a linguagem do violão e da guitarra. O espetáculo contará com a participação do baixista Bruno Vargas, integrante do trio Quarto Sensorial, e do violonista Mariano Telles. No repertório, além das composições autorais, também haverá músicas do francês Django Reinhardt (1910 —1953) – considerado um dos melhores e mais influentes guitarristas de todos os tempos, tido como o pai do jazz na Europa.

Círculo do Tempo é o terceiro trabalho de Rafael Lopes e foi lançado digitalmente no final de junho em plataformas como iTunes, Soundcloud, Spotify e Deezer, entre outras. Agora, o músico inicia uma breve temporada de shows em Porto Alegre para divulgar e apresentar ao vivo os temas que fazem parte do álbum. O disco foi gravado em maio, no Estúdio Geraldo Flach, da Prefeitura de Porto Alegre, e conta participações de Bruno Vargas (contrabaixo), Bianca d´Ávila do Prado (violoncelista da Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro) e Manu Raupp (artista plástica). “As composições têm características de diferentes universos musicais como jazz, música brasileira, latina e contemporânea. A parte harmônica apresenta características de música tonal mas também ausência de tonalidade definida em outros trechos”, explica Lopes – que assina, além de todas as composições, a produção do disco.

Rafael Lopes é graduado em violão pela UFRGS e estuda mestrado em Portugal, na área de Jazz, na Universidade de Aveiro. Trabalha como instrumentista, compositor, arranjador e professor de música. Iniciou seus estudos com violão e violino paralelamente, no Conservatório Pablo Komlós (OSPA). Desde o início da carreira, se apresenta em concertos solo e em grupos de jazz pelo Brasil e exterior. Seus trabalhos autorais já foram apresentados em Portugal, Itália e França. Em seu currículo, constam cursos de violão, guitarra, arranjo e improvisação com importantes nomes, como Júlio “Chumbinho” Herrlein, Mário Laginha e Kurt Rosenwinkel, além instituições como Berklee College of Music (EUA) em São Paulo e Perúgia (Itália).

Ingressos: serão aceitas contribuições espontâneas.

Foto Rafael Lopes por Isabela Moraes

-- --