Gramado ganhará projeto de aquário turístico orçado em R$ 115 milhões

Seaquarium Gramado

Gramado na Serra Gaúcha – Turismo e Lazer

Seaquarium vai se instalar em Gramado (RS) e Foz do Iguaçu (PR). Total de R$ 335 milhões será captado pelo grupo privado via Prodetur+Turismo, programa de crédito do MTur
.
Na noite de quarta-feira (24.10.18), o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, entregou à empresa Seaquarium Brasil, representada pelo diretor Reni Puls, o selo+Turismo que pré-aprova os projetos de construção de grandes aquários turísticos nas cidades de Gramado (RS) e Foz do Iguaçu (PR). Os prefeitos municipais João Alfredo Bertolucci e Chico Brasileiro comemoraram o sinal verde da Pasta para contratação de crédito.

Com o carimbo de apoio do ministério, os projetos orçados em R$ 115 milhões e R$ 220 milhões, respectivamente, ganham prioridade na análise e tramitação de financiamento junto ao BNDES, banco parceiro do programa Prodetur+Turismo.

Além de movimentar 2 milhões de visitantes ao ano, os equipamentos turísticos devem estimular um importante fluxo de investimentos para as cidades. “A demanda por linhas de financiamento mostra que o mercado está confiante no desenvolvimento do setor. Gramado e Foz são capazes de inaugurar, por meio do Turismo, um novo ciclo de desenvolvimento em torno de suas regiões”, comentou o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz.

De acordo com Puls, cada aquário se transformará em um grande complexo turístico onde haverá também hotéis, museus e centros de eventos, gerando negócios de alto impacto econômico para as cidades. “Um aquário não é só uma coleção de peixes para observação, é um equipamento com alto poder de encantamento, alto impacto educacional, cultural, essencial no desenvolvimento de pesquisas e indutor da geração de empregos, renda e desenvolvimento”, afirmou.

Serão mais de 60 tanques por aquário, que terão espaços de interação e mergulho para exibição de centenas de espécies de água doce e salgada. Entre os recursos previstos estão túneis com 220 graus de visualização das espécies, criando uma completa experiência de imersão na vida aquática. Os projetos têm a Seaquarium Brasil como desenvolvedora e o Groupe-Coutant, mantenedor do La Rochelle Aquarium (França), como parceiro de tecnologia.

.