Saúde – Dicas de como minimizar os efeitos do envelhecimento

saude-dicas-minimizar-envelhecimento

Abaixo, algumas dicas do dr. Ricardo Nahas, de como minimizar os efeitos do envelhecimento:

a) Ser Ativo – isso significa subir um ou dois andares de escada, ir à padaria a pé, carregar as compras do supermercado por dois ou três quarteirões, ou seja, não ficar largado no sofá. Além de ser bom para a saúde do indivíduo, é essencial para a saúde dos filhos, uma vez filhos de mães ativas são duas vezes mais ativos e filhos de casais ativos são seis vezes mais ativos;

b) Fazer atividade física regular e programada – exercícios físicos são importantes desde a infância. Tudo o que se constrói até os 18/20 anos de positivo, vai ajudar o indivíduo na terceira idade. Isso tem um impacto relevante na redução da osteoporose e na manutenção do aparelho locomotor, pois promove um estoque ósseo adequado para uma boa qualidade de vida;

c) Manter uma dieta saudável – cada um deve adequar os alimentos e sua quantidade ao seu biótipo. Uma pessoa de 70 quilos cujo metabolismo basal (básico) é de 2 mil kcal por dia, por exemplo, não pode ingerir mais do que isso, para evitar obesidade, colesterol elevado, doenças coronarianas, entre outras enfermidades;

d) Beber de 1 a 2 litros de água diariamente – a quantidade depende do biótipo de cada um, mas mantém os rins funcionando e os demais órgãos do aparelho excretor, além de ter influência positiva direta em todo o organismo;

e) Evitar situações de estresse – isso implica uma melhor qualidade de vida e menos desgaste do organismo como um todo;

f) Manter-se mentalmente ativo – para manter a memória de situações recentes ativa na terceira idade, é fundamental que cada um se imponha constantemente novos desafios como, por exemplo, trabalhar com computadores, utilizar novas mídias, ler, aprender novas línguas, participar de grupos de discussão de filmes e livros. Tudo isso ativa a memória e a cognição;

g) Consultar-se regularmente com médico – é importante checar a saúde a cada ano (ou a cada seis meses em caso de doença crônica), para que haja um acompanhamento e diagnósticos rápidos quando algo estiver desajustado na saúde para que seja prontamente tratado. Exemplo: uma pequena perda de audição pode ser apenas acúmulo de cera no ouvido, mas pode levar à retração do indivíduo e perda da fluência verbal;

h) Use seu corpo, não abuse nem deixe de usá-lo – esse conceito é essencial para um envelhecimento com boa qualidade de vida.

Foto: Divulgação

-- --