Roupas livres do mofo no inverno

como-evitar-mofo-1

Quando o tempo está muito úmido, é normal que surja um vilão perigoso para a saúde, especialmente a dos alérgicos: o mofo. Causado por fungos, costuma impregnar paredes, tapetes, carpetes e as roupas que ficam nos armários.

Ricardo Monteiro, Gerente Operacional da Quality Lavanderia – explica que, nas roupas, o mofo não causa apenas mau cheiro. “Ele também provoca manchas que podem comprometer os tecidos”, informa.

A seguir, Monteiro compartilha algumas dicas simples para deixar suas roupas, carpetes e tapetes livres de fungos. E já adianta: limpeza, boa ventilação e ambiente seco são condições essenciais para vencê-los.

– Se você tirou do armário alguma roupa ou mesmo cobertores e edredons com cheiro de mofo é necessário lavá-los antes de usar. “A regra é usou, lavou”, explica Monteiro. “A situação fica pior se as peças foram guardadas sujas. Isso porque tecidos que são guardados, depois do uso, adquirem manchas pela oxidação, mofo e ácaros – sendo que alguns se alimentam do mofo e outros da escamação da pele humana”.

Quando for guardar peças de inverno, edredons, cobertores e até travesseiros no armário é recomendado lavar e usar sacos ou capas de TNT. “Nunca coloque em sacos plásticos, que provocam umidade e, consequentemente, o mofo”, adverte o especialista. “Além disso, é recomendável deixá-los arejando em local ventilado uma vez por mês, longe do sol, para evitar que as fibras dos tecidos se queimem ou fiquem amareladas.”

O local que armazena roupas e outros itens precisa ser mantido sempre seco. Frequentemente, verifique se há infiltração nas paredes. E também instale equipamentos que absorvem umidade, facilmente encontrados no mercado e bastante eficientes. “Quem preferir, pode optar por potes antimofo – que devem ser espalhados em cada divisão do armário. Eles contêm partículas que absorvem a umidade do ambiente e são um bom auxílio na conservação de todo tipo de tecido”.