Lista dos bilionários de 2015 da Revista Forbes Brasil traz 54 brasileiros

Revista Forbes Brasil

A edição de março de 2015 da FORBES Brasil apresenta lista que contemplam 1.826 bilionários segundo a apuração da revista norte-americana. Apesar da queda do preço do petróleo e de certa fraqueza no euro, o número de bilionários cresceu e a soma total do seu patrimônio elevou-se em mais de 600 bilhões de dólares, passando de 6,4 trilhões de dólares em 2014 para 7,05 trilhões de dólares neste ano.

O primeiro posto no rol de afortunados continua sendo de Bill Gates, dono de 79,2 bilhões de dólares, sendo que nos últimos 21 anos é eleito pela décima sexta vez o homem mais rico do planeta. Entre os brasileiros, observou-se uma queda numérica de 11 bilionários, provocada em grande parte pela desvalorização do real, embora os 54 remanescentes continuem formando um contingente notável. Em 2014, o país detinha uma fatia de 190 bilhões de dólares dos 6,40 trilhões de dólares, e agora são 181 bilhões de dólares dos 7,05 trilhões de dólares.

O primeiro lugar do Brasil é de Jorge Paulo Lemann, da Ambev, que ocupa a 26º posição no ranking com uma fortuna de 25 bilhões de dólares. Além de Lemann, dois nomes nacionais estão entre os cem primeiros da disputa: o sócio de Lemann Marcel Herrmann Telles, que ocupa a 89º posição com 13 bilhões de dólares e o dono do Banco Safra, Joseph Safra, na 52ª colocação com estimados 17,3 bilhões de dólares.

A lista deste ano traz ainda uma novata que vale ressaltar: a bilionária de apenas 30 anos Elizabeth Holmes. A jovem abandonou os estudos para apostar em uma inusitada ideia que deu certo: criar um novo teste de sangue mais rápido, barato e eficiente. Ela desenvolveu um aparelho pequeno, com uma miniagulha capaz de mostrar em minutos o que os laboratórios levavam dias para fazer. O resultado foi que em dez anos de existência, a empresa chamada Theranos alcançou o valor de mercado de nove bilhões de dólares com o conselho repleto de nomes importantes.

 

Top 20 dos 54 bilionários brasileiros:
26° Jorge Paulo Lemann – US$ 25 bilhões
52° Joseph Safra – US$ 17,3 bilhões
89° Marcel Herrmann Telles – US$ 14 bilhões
110° Carlos Alberto Sicupira – US$ 11,3 bilhões
165° João Roberto Marinho – US$ 8,2 bilhões
165° José Roberto Marinho – US$ 8,2 bilhões
165° Roberto Irineu Marinho – US$ 8,2 bilhões
330° Eduardo Saverin – US$ 4,8 bilhões
369° Abílio dos Santos Diniz – US$ 4,4 bilhões
462° Francisco Ivens de Sá Dias Branco – US$ 3,7 bilhões
512° Walter Faria – US$ 3,4 bilhões
603° Aloysio de Andrade Faria – US$ 3 bilhões
628° André Esteves – US$ 2,9 bilhões
737° José Luis Cutrale – US$ 2,5 bilhões
737° Alexandre Grendene Bartelle – US$ 2,5 bilhões
737° Ermírio Pereira de Moraes – US$ 2,5 bilhões
737° Maria Helena Moraes Scripilliti – US$ 2,5 bilhões
737° Carlos Sanchez – US$ 2,5 bilhões
782° Edson de Godoy Bueno – US$ 2,4 bilhões
810° Miguel Krigsner – US$ 2,3 bilhões

-- --