Juiz Sérgio Moro inspira projeto de biblioteca de Janaina Macedo

projeto de biblioteca de Janaina Macedo 02

No clássico ambiente de 54 m², Janaina Macedo faz uma homenagem ao Juiz Sérgio Moro e cria um ambiente arrojado com essência contemporânea. O amante de livros ganha uma estante de oito metros de comprimento que vai do chão ao teto. Elementos naturais se misturam com linhas contemporâneas e traz o conceito de integração e renovação de um espaço clássico que já estava extinção nos lares modernos.

Engana-se quem pensa que a peça principal é a estante de livros. Uma lareira de seis metros suspensa, em madeira de reaproveitamento de peroba rosa, é o centro das atenções. “Gosto de ressaltar nessa peça a composição interessante do fogo com a madeira, o que exige toda uma técnica especial para viabilizar a ideia”, comenta. Janaina conta que buscou inserir elementos naturais para dar mais aconchego à Biblioteca, para isso utilizou madeira bruta e couro. A cortina, por exemplo, é uma mistura de veludo, couro e linho.

“Quando se fala em biblioteca é quase impossível não imaginar um espaço clássico, antigo e extremamente acolhedor. Para trazer esse cômodo de volta à vida, de forma adaptada ao morar atual, minha proposta foi reproduzir esta sensação, mas em um ambiente com linhas contemporâneas, peças de design, obras de arte modernas e de forma que o uso do espaço não se restringisse apenas à leitura, uma vez que a tendência hoje são os espaços integrados”, explica Janaina. O lounge com sofá de quatro metros, uma chaise long e quatro poltronas formam um lugar confortável para leitura e relaxamento.

projeto de biblioteca de Janaina Macedo 01

O tom contemporâneo é dado pelas linhas retas presentes no design do mobiliário e nas cores que misturam o preto com terrosos. Ao entrar no ambiente vale observar o revestimento de parede em mica (micro pedrinhas) aplicada sobre papel com fundo cobre, em listras verticais que sobem teto encontrando as vigas de madeira.

Parceiro de Janaina Macedo, o artista paranaense Eleutherio Netto é o responsável por assinar os quadros expostos na Biblioteca. Diferente dos ambientes anteriores, desta vez a escolha foi por uma coleção de fotografias que tem a proposta de mostrar a ação do tempo nas cidades.

O ambiente ainda conta com peças de cerâmica da artista plástica Daniélle Carazzai e o verde vivo dos plantários, mini ecossistemas no interior de vasos de vidro, desenvolvidos pelo biólogo Tiago Malucelli. Outro destaque fica por conta do tapete ecológico, que tem na sua composição 480 g de algodão reciclado e oito garrafas PET para cada metro quadrado.

Janaina Macedo

A Biblioteca de Janaina Macedo é a sala número 10 da Casa Cor Paraná 2016, que acontece de 21 de junho a 31 de julho, na Rua João Tschannerl, 880 – Vista Alegre. Curitiba/PR. Esta é a terceira participação da profissional na mostra que já rendeu alguns prêmios como de Ambiente mais Sofisticado em 2014 e o reconhecimento de melhor montagem em 2015.

Fotos : Rodrigo Ramirez