Concerto da Orquestra da Ulbra na Associação Leopoldina Juvenil destacará expoentes do romantismo

Orquestra da Ulbra
Orquestra de Câmara da Ulbra – Foto Nathan Carvalho

Concerto da Orquestra da Ulbra

Três importantes compositores que viveram no período Romântico serão lembrados no próximo Domingo Clássico, da Orquestra de Câmara da Ulbra: Giacomo Puccini- célebre autor de óperas italianas, prestigiado em vários países; Edward Elgar, um dos nomes mais expressivos do Romantismo Inglês; e o austríaco Franz Schubert, que marcou a passagem do estilo clássico para o romântico e é reconhecido pelas suas canções líricas. Sob regência de Tiago Flores, o concerto será no domingo (17.06.18), às 19h, na Associação Leopoldina Juvenil (Marquês do Herval, 280), em Porto Alegre / RS, com entrada franca.

O programa inicia com Crisantemi, de Puccini. A obrafoi escrita quando Puccini tinha 32 anos (1890), pouco antes das óperas que o tornaram famoso. Em um só andamento, é um trecho que exala um perfume art nouveau no título floral e nas suas harmonias envolventes, cujas ideias Puccini reutilizaria na ópera Manon Lescaut.

Em seguida, a Orquestra executa Introdução e Allegro – Op. 47, deElgar, com solo de Émerson Kretschmer (violino), Márcio Cecconello (violino), Vladimir Romanov (viola), Alexandre Diel (violoncelo).

O concerto se encerra com A Morte e a Donzela, importante música de câmara de Schubert, composta em 1824, logo após o compósito ter descoberto que estava com sífilis. A natureza globalmente sombria da obra pode ser interpretada como um espelho do sofrimento do compositor pelo seu próprio destino. É uma das obras-primas do período mais maduro de Schubert, em que a doença já estava em estado avançado.

Booking.com