Porto Alegre Conexao Estacao Natureza (1)

O pampa é o ambiente natural brasileiro restrito ao Rio Grande do Sul e corresponde a 63% do território estadual. Apesar disso, os gaúchos dos grandes centros urbanos estão cada vez mais desconectados dessa biodiversidade local. Para mudar esse cenário, aproximando a natureza do dia a dia das pessoas, chega ao BarraShoppingSul a Conexão Estação Natureza, exposição interativa que une recursos tecnológicos e aprendizado sobre a biodiversidade brasileira.

A atração gratuita que está na Praça Rosa dos Ventos fica na capital gaúcha até 16 de outubro de 2015. A exposição é uma inciativa da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e faz parte das comemorações de aniversário dessa ONG paranaense, que completou 25 anos em setembro.

A exposição está rodando o Brasil desde março, passou por sete capitais e já atraiu mais de dois milhões e meio de pessoas. “A Conexão Estação Natureza foi pensada para todos os públicos – crianças, jovens, idosos e adultos– a fim de reconectarmos as pessoas à sua essência: ser parte da natureza, vivendo em equilíbrio com ela”, explica Malu Nunes, diretora executiva da Fundação Grupo Boticário. “Essa parceria com a ONG irá proporcionar aos nossos frequentadores uma exposição inédita que ajuda na conscientização de forma lúdica sobre um dos temas mais importantes da atualidade: a preservação da natureza”, comenta Tânia Nascimento, gerente de marketing do BarraShoppingSul.

Porto Alegre Conexao Estacao Natureza (2)

Um novo olhar para a conservação
Buscando novas formas de tratar temas ambientais, a Conexão Estação Natureza apresenta a beleza e diversidade das regiões naturais brasileiras com atividades altamente tecnológicas e jogos interativos para todas as idades. A atração que mais tem chamado a atenção dos visitantes é o Cinema Sensorial 4D, no qual seis telas são dispostas em 360º. Ao assistir um vídeo sobre a natureza do Brasil, as pessoas recebem estímulos sensoriais, como frio, calor, vento e até mesmo chuva. Além disso, elas também sentirão aromas que variam de acordo com os diversos ambientes naturais que aparecem na tela em um vídeo de seis minutos em que o ‘o tempo’ é o narrador.

Os visitantes também terão a oportunidade de ‘viajar’ virtualmente por meio de óculos ‘rift’ para a Reserva Natural Salto Morato, unidade de conservação localizada no litoral do Paraná, que possui uma queda d’água de 100 metros de altura. Outra parte da exposição é voltada para os jogos interativos que utilizam tecnologias inovadoras como a ‘kinect’, que permite às pessoas jogar sem o uso de controles em um game sobre serviços ambientais prestados pela natureza; e a ‘motion by hands’, em que os jogadores utilizam suas mãos em cima da tela, sem precisar tocá-la, para interagir nas diversas fases de um game sobre as mudanças climáticas.

-- --