A nova polítiva de vistos do Bahrein aumentará o acesso e a flexibilidade para cidadãos brasileiros

polítiva vistos Bahrein acesso flexibilidade cidadãos brasileiros foto por Orhan Ozhan panoramio

O Conselho de Desenvolvimento Econômico (EDB) do Bahrein divulgou os detalhes de uma nova política de vistos que prevê a concessão do visto de entrada na chegada ao país a cidadãos de mais de 60 países, inclusive o Brasil. O número de países contemplados por esta iniciativa aumentará para quase 100.

A nova política de vistos, que será implementada em 2015, é um avanço significativo para mais de 2,5 bilhões de pessoas que poderão receber um visto de um mês (com a possibilidade de renovação por mais três meses) na chegada ao país. Além disso, a nova política permitirá que emigrantes com negócios em Bahrein possam entrar e sair do Reino com mais facilidade e impulsionará a indústria do turismo.

Sua Alteza Real Príncipe Herdeiro Salman bin Hamad Al Khalifa, Primeiro-Ministro do país e Presidente do EDB, anunciou a nova política de vistos durante uma reunião ministerial no início da semana, durante a qual ele enfatizou que reformas desta natureza incrementam o ambiente de negócios no Reino, atraem mais investimentos para o país e impulsionam o crescimento econômico e a criação de empregos.

H.E. Kamal bin Ahmed, Ministro dos Transportes e Diretor Executivo Interino do EDB, comentou: “Ao longo de nossa história, o progresso econômico do Bahrein fundou-se numa tradição de abertura baseada no fato de sermos um eixo comercial e de investimentos. Essa nova política de vistos – uma das mais flexíveis da região – segue essa mesma tradição ao conceder a cidadãos de mais de 100 países acesso fácil e rápido à economia mais aberta do Oriente Médio, segundo o Índice de Liberdade Econômica 2104 da Heritage Foundation.”

A decisão de rever a política de vistos baseou-se em vários indicadores importantes verificados na base de investidores do Reino, tais como aumentos de 58% entre 2005 e 2012 no número de investidores estrangeiros donos de negócios em Bahrein e de 50% no número de investidores árabes com 17% de investimento estrangeiro no seu capital social. Segundo o World Investment Report 2014 publicado pela UNCTAD no mês passado, Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Bahrein em 2013 somou US$989 milhões – um aumento de 11% em relação a 2012, ultrapassando a média de crescimento global de 9%.

-- --