Organização é a chave para alavancar as vendas durante o inverno, destaca FCDL-RS

O inverno é um dos períodos de maior venda contínua no comércio durante o ano. De acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, para aproveitar os dias frios, os lojistas precisam organizar estoques, preparar campanhas e promoções para atrair mais clientes. Mesmo com a instabilidade econômica do país, a tendência para 2015 é de crescimento das vendas no comércio.

– Normalmente é a estação do ano em que os lojistas podem trabalhar para aumentar as vendas de sua loja. O crescimento do consumo neste período é histórico, iniciando em março até o mês de julho, quando atinge o ápice. Mesmo com o momento instável da economia, é preciso que os empreendedores criem maneiras de atrair o cliente – ressalta o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

Outra dica da entidade é aproveitar as datas comemorativas deste período do ano e programar promoções e campanhas. O Dia dos Namorados e o dos Pais, por exemplo, acontecem em períodos de muito frio no sul.

– O ideal é trabalhar com campanhas para estas datas que remetam ao pensamento de se aquecer no inverno, faz com que os produtos desta estação tenham uma boa aceitação. É preciso também cuidar o período de liquidação dos produtos de inverno. A liquidação deve acontecer ainda no frio. Promoções de produtos quando o clima já estiver mais quente, não funcionam, pois o consumidor está voltado para às compras de verão – revela Vitor Augusto Koch.

Segundo a gerente Setorial do Comércio e Serviços do Sebrae/RS, Viviane Silva, muitos empreendedores não realizam um bom planejamento de compras com seus fornecedores, o que acaba prejudicando os resultados.

– Muitas vezes o consumidor busca produtos de inverno e quando chega nas lojas, o estoque já acabou. Por outro lado, quando o lojista compra além da necessidade, precisa trabalhar fortemente com liquidação, afim de evitar que seus estoques permaneçam parados, reduzindo sua margem e consequentemente a lucratividade da empresa. É preciso ter organização – salienta Viviane Silva.

O Sebrae/RS lembra que, para evitar estes erros de estoque, o lojista precisa trabalhar de forma antecipada às compras, comprando seus produtos na medida das vendas. É preciso fazer uma análise antecipada: Neste ano o inverno será muito frio? Quais produtos de inverno o cliente busca mais? Se faltar produtos, o fornecedor terá condições de entrega rápida?

Dicas do Sebrae/RS para aquecer as vendas no frio:

– Uma boa dica é aproveitar as datas comemorativas que acontecem no inverno para ofertar alguns produtos.

– O ideal é programar a liquidação de inverno logo após o Dia dos Pais. Assim o lojista aproveita a data e reduz o estoque de inverno antes da chegada do calor, gerando também recursos financeiros para as compras da próxima coleção.

– Se você manter uma loja muito aquecida no inverno, o cliente que chegar da rua “cheio de roupas” sentirá calor, dificultando a compra de casacos, por exemplo.

– Cliente com calor não permanece muito tempo na loja. Assim, é preciso observar a temperatura, deixando o ambiente agradável, nem muito quente e nem muito frio.

– Outro detalhe que pode dificultar a venda é a exposição dos produtos. Geralmente produtos de inverno tem mais “volume” que os outros. Equipamentos lotados de casacos ou mesas cheias de cobertores, dificulta a retirada do produto pelo cliente.

– É preciso expor os produtos de forma que o cliente consiga visualizar a peça com facilidade.

-- --