Exposição ‘Toda a Memória do Mundo’ de Eduardo Vieira da Cunha na Nieto Galeria de Arte

Exposicao Toda a Memoria do Mundo Eduardo Vieira da Cunha
Exposição ‘Toda a Memoria do Mundo’ de Eduardo Vieira da Cunha


Exposição “Toda a Memória do Mundo”, de Eduardo Vieira da Cunha, que encerra as comemorações dos 30 anos da Nieto Galeria ( Av. Lucas de Oliveira, 432 ), em Porto Alegre / RS, está aberta para visitação pública e gratuita de 9 de novembro a 2 de dezembro de 2017.

VERNISSAGE
A mostra “Toda a memória do mundo”, de Eduardo Vieira da Cunha, terá vernissage na quarta-feira (08.11.17), às 19h.

TODA A MEMÓRIA DO MUNDO
A exposição traz uma série de desenhos e pinturas selecionadas pelo artista que representam a busca do domínio da memória, em uma ponte entre o passado e o futuro, reunindo diferentes tempos em uma única série de trabalhos que trazem o traço lúdico que marca o estilo do artista visual.

De acordo com Eduardo Vieira da Cunha, o título da mostra foi inspirado em um livro homônimo de Daniel Blaufuks, remetendo à ideia de totalidade nas imagens, sonho impossível diante da perpétua incompletude do universo. Em seus arquivos pessoais Eduardo procurou histórias algumas ligadas à infância, aos meios de transporte e ao tempo, outras que remetessem a determinados lugares em que residiu, como a Europa e os Estados Unidos, onde fez mestrado e doutorado em Artes Visuais, e as recriou numa coleção que será apresentada na Nieto Galeria. O artista também recuperou, em suas obras, fragmentos de imagens que foram registradas em desenhos antigos.

30 ANOS
O encerramento das comemorações aos 30 anos da Nieto Atelier de Molduras e Galeria de Arte não poderia ser diferente dos eventos anteriores. O tema trabalhado ao longo das exposição apresentadas esse ano, foram inspirados na “vida” e na “trajetória” e reuniu artistas inspiradores e ligados à galeria. Na exposição “Coletiva 30”, realizada em maio, foram selecionadas obras de 41 artistas plásticos que fizeram parte da história da Nieto. Em setembro, a mostra fotográfica “Ao Longo do Caminho” expôs 28 trabalhos de fotógrafos conceituados com registros apresentados como verdadeiras obras de arte. Ambas as coletivas foram um sucesso ao público.

-- --