Nicola Rizzoli é o árbitro da final da Copa do Mundo 2014

nicola-rizzoli-arbitro-final-copa-do-mundo

Em 1990, Alemanha e Argentina protagonizaram a final da Copa do Mundo na Itália. Vinte e quatro anos mais tarde, caberá justamente a um árbitro italiano comandar o mesmo encontro na decisão da Copa do Mundo Brasil 2014.

Nicola Rizzoli, arquiteto de 42 anos nascido em Bolonha, será o responsável pela condução da partida que definirá o campeão do torneio. Rizzoli já apitou três partidas na competição: os duelos entre Espanha e Holanda e Nigéria e Argentina, pela fase de grupos, e a partida entre Argentina e Bélgica pelas quartas de final.

Rizzoli será auxiliado por seus compatriotas Renato Faverani e Andrea Stefani, ambos de 44 anos. O quarto árbitro será Carlos Vera, do Equador.

O italiano, que iniciou sua carreira internacional em 2007, arbitrou as finais das duas principais competições europeias de clubes: Atlético de Madrid x Fulham na decisão da Liga Europa 2010 e o duelo entre Bayern de Munique e Borussia Dortmund pela Liga dos Campeões da Uefa 2013.

Em 2011, Rizzoli foi designado para a Copa do Mundo de Clubes da Fifa, onde supervisionou dois jogos. Em 2012, comandou Espanha x França pelas quartas de final da Uefa Euro 2012 e outros dois jogos no mesmo torneio. No ano passado, esteve na Copa do Mundo Sub-20 da Fifa, na Turquia, onde arbitrou duas partidas.

Nicola Rizzoli será o terceiro árbitro italiano na história da Copa do Mundo a arbitrar uma final, depois de Sergio Gonella em 1978 e Pierluigi Collina em 2002.