Moda roupas – Calças com cós alto voltam a modelar os corpo femininos no verão 2015

Luiza-Pannunzio-moda-verao-2015-moda-roupas-moda-feminina-1
As calças se tornaram peças essenciais no guarda-roupa das mulheres do mundo todo. Com diferentes lavagens, cores e padronagens, nem sempre foram as queridinhas delas. Demoraram a serem introduzidas no vestuário feminino, mas, depois de muita polêmica, mostraram-se práticas e versáteis e, hoje, não dá para imaginar diferentes looks sem, pelo menos, um par delas.

Os primeiros modelos surgiram no início do século passado, em 1909, pelas mãos do estilista Paul Poiret. Em uma época em que a moda feminina era composta apenas por vestidos e saias bem rodados, o modelo leve e solto nos quadris, criado pelo estilista, não fez sucesso, porque elas não abriram mão dos vestidos.

As calças só começaram a ganhar espaço no armário feminino durante o período da Segunda Guerra Mundial, entre 1939 e 1945, quando os homens foram para o front, e as mulheres assumiram as vagas no mercado de trabalho. Assim, elas tiveram que aceitar o uso deste tipo de roupa, visto que era o único uniforme existente que oferecia praticidade e conforto.

De um artigo mal visto, a calça ganhou mais adeptas quando a estilista Coco Chanel criou um modelo mais confortável, de corte reto. Este novo estilo chegou até Hollywood, no filme Sabrina (1954), quando a atriz Audrey Hepburn marcou época, esbanjando charme e sensualidade com uma calça.

Com advento da globalização, a peça ganhou contexto mais popular e se transformou com os diversos estilos que surgiram. Nos anos 60, Yves Saint Laurent ousou ao lançar o smoking feminino, simbolizando o novo posto que as elas ocupavam na sociedade. Na década de 1970, os hippies inovaram com os modelos boca de sino.

Na década seguinte, na era disco, a costura da calça ficou mais moderna. Cortes bem acinturados e cós alto vestiam as mulheres nas discotecas. Nos anos 90, as peças ficaram mais simples e básicas e, em 2000, a cintura da calça diminui, deixando mais pele à mostra.

Entretanto, a onda da cintura baixa está com os dias contatos, pois os estilistas, agora, apostam no maior uso de tecido, escondendo o “pneuzinho” (terror das mulheres) que apareciam com as mais baixas.

Antenados com a nova tendência, a nova coleção de calças cintura alta, da estilista Luiza Pannunzio traz peças antenada com as tendências mundiais. A estilista afirma que este modelo conquistará a todas. “Este tipo de calça voltará com tudo! São diversas padronagens e estilos, que valorizam as curvas, diferentemente das com cinturas baixas, que deixavam as mulheres achatadas. Ela já aparece em modelos mais sociais, desposados e clássicos, para atender a todos os estilos”, ressalta a estilista.

-- --