Uso de roupas íntimas apertadas pode gerar infertilidade no homem

cueca apertada moda intima masculina

Você sabia que usar roupa íntima incorreta pode interferir na saúde ? Algumas peças – tanto femininas quanto masculinas – podem prejudicar a circulação do sangue, deixar a região da virilha escurecida, proliferar bactérias e fungos e, nos homens, prejudicar a produção de espermatozoides. Conforme José Perandré Neto, médico urologista, cuecas muito apertadas contraem e pressionam os testículos contra o abdômen, o que gera aumento da temperatura da região e pode levar a infertilidade. “Os espermatozoides precisam estar em uma temperatura padrão, por isso ficam fora do corpo. Caso a temperatura aumente, as células reprodutivas morrem”, explica Neto.

Além do aquecimento gerado pela roupa íntima apertada, peças produzidas com tecidos sintéticos – que não absorvem a umidade e não proporcionam passagem de ar – também podem ocasionar o surgimento de micoses, como a candidíase. “A umidade do local influencia a proliferação do fungo, que se manifesta por vermelhidão, lesões e coceira na região da virilha”, esclarece o especialista.

Para evitar complicações, os melhores modelos de cuecas são as produzidas em algodão, que absorvem a transpiração. Além disso, manter a região sempre higienizada e seca também auxilia na manutenção da saúde íntima masculina.

A melhor calcinha
Para as mulheres, a principal complicação gerada pelo uso da calcinha incorreta são as infecções, causadas pela proliferação de fungos e bactérias, muitas vezes, germes da flora vaginal. A somatória do abafamento e umidade excessiva provadas pelos tecidos sintéticos, aos modelos de roupas muito justos, como: calça jeans e meia calça e o uso de protetores diários de calcinha, podem aumentar a frequência dessas infecções.

As peças íntimas produzidas com tecidos de poliéster, seda e lycra – que não propiciam a passagem de ar e aumentam a umidade – alteram a acidez da região, que deve ser mantida alta para evitar o ataque de fungos e bactérias. “As infecções vaginais geralmente provocam coceira, ardor, secreção vaginal e mau cheiro na região e podem evoluir para o sistema urinário e reprodutor”, revela Fabíola Sperafico, médica ginecologista e cirurgiã.

Da mesma forma que para os homens, os melhores modelos de roupas íntimas são as feitas de algodão, que deixam a pele “respirar”. “Além disso, fazer higienização correta da peça e da região vaginal evita a multiplicação de micróbios”, finaliza a especialista.