Mitos e verdades da saúde respiratória

A saúde respiratória é envolvida em uma série de mitos e boatos, muitos deles sem qualquer fundamentação. Médicos especialistas relacionados às doenças do sistema respiratório estão cheios de relatos que chegam aos consultórios e que, muitas vezes, acabam prejudicando tratamentos, retardando diagnósticos e dificultando, literalmente, a respiração.

“A principal orientação, que vale para todas as questões, não apenas nesta área, mas para a saúde em geral, é que dúvidas devem ser resolvidas com um médico. Nem sempre a orientação oferecida por um profissional para um amigo ou vizinho vale para todos, portanto, é preciso ter cuidado com a orientação de leigos”, afirma o dr. Álvaro Cruz, membro do Conselho Diretor Internacional da Iniciativa Global contra a Asma, GINA.

Um medicamento tomado sem orientação médica, a tentativa de melhorar os sintomas da asma com receitas caseiras, ou mesmo a desobediência às orientações médicas por conta própria podem trazer sérios riscos à saúde, levando à morte em casos extremos. Portanto, confira as informações abaixo e procure um médico para mais informações.

Bombinha para controle da asma vicia e provoca problemas cardíacos?
Não, esta preocupação equivocada é uma das principais causas de falta de tratamento adequado de pessoas com asma. Os tratamentos com medicamentos inalados são os ideais porque agem diretamente no foco da doença, podendo ser utilizados sem receio, quando há orientação médica. Há risco de efeitos colaterais, assim como ocorre com qualquer medicação, especialmente quando usadas sem orientação médica. Se usado corretamente, os efeitos colaterais são pequenos e passageiros se comparados aos riscos da asma não tratada. De qualquer forma, qualquer reação deve ser relatada ao médico, que tomará as providências necessárias.

Portadores de asma não devem praticar atividade física
O paciente asmático pode e deve praticar atividade física, sob orientação médica. Uma pessoa com asma controlada pode, inclusive, chegar a nível profissional em atletismo olímpico. É o caso do nadador americano Mark Spitz e dos brasileiros Fernando Scherer, o Xuxa e da triatleta Carla Moreno.

Natação é o único esporte recomendado para asmáticos?
Todo exercício aeróbico regular é muito bom para a saúde em geral. No caso de pacientes asmáticos, este tipo de exercício pode contribuir para a reabilitação do paciente. Qualquer problema que surja durante a prática da atividade deve ser relatado ao médico, que orientará o tratamento necessário para que seja possível continuar com a atividade sem desconforto.

Toalha molhada e umidificadores: ajudam ou atrapalham?
Umidificadores são itens que requerem cuidados. Eles devem ser higienizados corretamente para evitar a proliferação de fungos, que é bastante comum. Sem estas medidas, eles podem atrapalhar mais que ajudar, trazendo mais riscos que benefícios. De qualquer forma, ainda não existem estudos científicos que comprovem os benefícios dos umidificadores, ou mesmo de manter bacias de água ou toalhas molhadas no quarto. Vale ressaltar que estas medidas só fazem sentido em locais onde a umidade do ar esteja baixa.Tomar bastante água, assim como usar soro fisiológico nas narinas, ajuda na hidratação combatendo o ressecamento das vias aéreas.

Meu filho tem bronquite ou asma?
A asma é um tipo específico de bronquite. Há várias outras formas diferentes de bronquite, um termo genérico para indicar inflamação nos brônquios, que se manifesta com tosse e expectoração e pode ser provocada por agentes infecciosos e irritantes. Na asma, a inflamação nos brônquios é persistente e resulta em sintomas recorrentes caracterizados por chiado e falta de ar, além da tosse. Crianças abaixo de 5 anos com sintomas persistentes ou recorrentes de falta de ar e chiado no peito podem ser portadoras de asma.

O médico só deve ser procurado em caso de crise.
Esta afirmação é uma das principais causas dos altos índices de hospitalizações por asma. O correto é manter o tratamento conforme orientação médica, bem como as consultas regulares. Dessa forma, o paciente poderá usufruir de uma vida com muito mais qualidade, e sem sustos.

Ar-condicionado: inimigo do paciente asmático?
Todo aparelho de ar-condicionado, esteja ele no carro, em casa ou no escritório, deve ser higienizado e ter seu filtro trocado periodicamente. A falta de limpeza é o principal desencadeador de doenças respiratórias relacionada a estes aparelhos. Outros problemas decorrentes são o ressecamento das mucosas do aparelho respiratório. Por este motivo, pessoas que já apresentam doenças respiratórias crônicas, como a asma e a rinite, devem evitar longa permanência em locais com ar refrigerado.

A asma tem cura?
Ainda não há cura para a asma, mas com diagnóstico correto, tratamento e educação, o paciente pode obter o controle da doença, ter uma redução do risco de novas crises, o que garante uma boa qualidade de vida.

Uma pessoa pode morrer de asma?
Pode sim, mas a maioria absoluta das mortes por asma ocorre em pessoas que não recebem tratamento adequado. A automedicação, por exemplo, aumenta o risco de morte.

O paciente pode deixar de usar o medicamento se sentir melhora dos sintomas?
O uso correto da medicação preventiva é a chave para o controle da asma persistente. A decisão de reduzir ou suspender o medicamento deve ser tomada sempre com o aval do médico.