Além de não receber a mercadoria, usuário pode ter os dados do cartão de crédito roubados

dicas criar proteger senhas hackear cuidados internet

O Procon acaba de divulgar atualização de sua lista de sites não recomendados para se realizar compras online. A lista já totaliza mais de 400 endereços desde 2011, quando passou a apresentar as empresas online com reclamações registradas na entidade.

O problema de se arriscar comprando nestes sites vai além do não recebimento do produto comprado explica Marco Rodrigues, da Štíty Tecnologia, distribuidora das soluções AVAST! no Brasil. Segundo o executivo, “Muitas pessoas buscam promoções e não se atentam para os riscos que isso pode trazer: além de poder não receber o produto que pagou, ainda pode ter seu cartão clonado. Consultar esta lista do Procon pode evitar muitas dores de cabeça”, sugere o especialista.

Rodrigues também orienta a manterem seus antivírus sempre atualizados, pois estes programas têm um mecanismo que ajuda a identificar sites suspeitos. Outra dica é fazer uma busca na web sobre o site que deseja comprar o produto, muitas vezes o site ainda não está na lista do Procon, mas já pode ser encontrado depoimentos de outros usuários que tiveram problemas.

-- --