São Paulo – Martinho da Vila homenageia o samba em shows no Sesc Vila Mariana

Martinho da Vila - Foto divulgação
Martinho da Vila – Foto divulgação

O cantor, escritor e compositor Martinho da Vila apresenta nos dias 27, 28 e 29 de maio de 2016, de sexta a domingo um show inédito em que apresenta as principais referências da história do samba, acompanhado por uma banda em que figuram seus filhos Maíra Freitas, Juliana Ferreira e Tunico Ferreira. Os shows acontecem na sexta e sábado às 21h e no domingo, às 18h, no Teatro do Sesc Vila Mariana . Os ingressos estão à venda nas bilheterias de todas as Unidades do Sesc SP, por R$ 50,00 (inteira), R$ 25,00 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante) e R$ 15,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes).

Martinho da Vila
O carioca Martinho da Vila surgiu para o grande público brasileiro em 1967, durante o histórico III Festival de Música Popular Brasileira, promovido pela TV Record no Teatro Paramount, em São Paulo. Dois anos depois, gravou seu primeiro álbum, que chegou ao topo das paradas e o projetou nacionalmente. Desde então, já foram mais de 40 discos gravados, inúmeros prêmios e um lugar cativo na história da música brasileira.

Para comemorar os 100 anos da primeira gravação de um samba, comemorados em 2016, Martinho traz ao Sesc Vila Mariana um show especial, em que passeia pelos diversos estilos do samba, com marcos como “Pelo Telefone” (Donga e Mauro de Almeida, 1916), o primeiro samba gravado, além de pérolas de Pixinguinha, João da Baiana e Tia Ciata. Para acompanhá-lo, uma grande banda em sua formação completa, composta por músicos com carreiras-solo de sucesso, como suas filhas Maíra Freitas (artista de respeito crescente em sua própria carreira solo) e Juliana Ferreira (backing vocals), a percussão sob o comando do seu filho Tunico Ferreira, o percussionista Marcelinho Moreira e o baterista Paulinho Black, além de Wanderson Martins (cavaquinho e direção musical), Cláudio Jorge (violão), Ivan Machado (baixo), Victor Neto (sopros) e Kiko Horta (teclados).