Lifting Facial: A cirurgia para rejuvenescer

beleza-tratamentos-liffiting-1

O rosto é nosso cartão de visitas, por isso ficamos tão incomodados quando surgem os sinais do tempo, como perda na definição na linha da mandíbula e pescoço, formação de papada e presença de bolsas de gordura abaixo dos olhos. Mas, como trazer de volta o frescor da juventude com resultados naturais e harmônicos?

Um dos procedimentos mais populares em cirurgia da face é o Lifting Facial. O objetivo desta técnica é atenuar os efeitos do envelhecimento. De acordo com a cirurgiã plástica Dra. Cassiana Cabral, ele garante uma aparência rejuvenescida, reduzindo os sinais de envelhecimento, removendo o excesso de gordura e pele, além de firmar os músculos da face. Com a idade, o crânio fica menor, parte da gordura é absorvida, os músculos ficam mais flácidos e a pele perde elasticidade. É como se o envelope ficasse maior do que o conteúdo. Consequentemente, vários sinais característicos como acentuação das rugas na testa, queda das sobrancelhas, excessos de pele e rugas ao redor dos olhos, queda das bochechas, acentuação do sulco entre o nariz e a boca e um excesso de pele embaixo do pescoço podem aparecer. A cirurgia de lifting facial corrige essas alterações reposiciona a musculatura facial e elimina o excesso de pele fazendo com que a pessoa pareça mais jovem, melhorando a sua autoestima”, afirma a médica.

Qual a idade ideal para fazer o lifting facial?

O processo de envelhecimento é diferente para cada indivíduo e portanto, a idade cronológica não é necessariamente o que importa. O que vale realmente é não se sentir incomodada com a própria imagem refletida no espelho. Portanto, o melhor momento para decidir pela intervenção é quando os sinais de envelhecimento ficam evidentes mesmo após o repouso e com a aplicação de maquiagem. Segundo a cirurgiã, a maioria dos pacientes está entre os 40 e 60 anos, embora esta cirurgia possa ser realizada em pacientes mais velhos com ótimos resultados.

Pré operatório

Como em muitas outras cirurgias, sejam de caráter estético ou não, o paciente deverá se submeter há alguns exames clínicos, de forma que o médico possa avaliar se o seu estado de saúde lhe permite ou não a realização da intervenção. “Antes de se submeter a este ou a qualquer outro procedimento cirúrgico é muito importante conversar com o médico e esclarecer todas as suas dúvidas, pois só assim conseguirá decidir com segurança e total confiança sobre a cirurgia”, orienta Dra. Cassiana.

 

Como é realizada a cirurgia?

Na maioria dos casos de lifting facial total, a incisão começa na linha de implantação de cabelo a nível das têmporas, estende-se para baixo em frente ao ouvido, continua ao redor do ouvido e depois atrás da orelha terminando no couro cabeludo. Em seguida a pele é esticada para trás e para cima e o excesso é excisado. Em alguns casos é necessário remover o excesso de gordura que existe debaixo do queixo e apertar (aumentar) a tensão nos músculos subjacentes. O lifting facial pode ser realizado sob anestesia local com sedação ou anestesia geral e pode durar de 3 a 6 horas.

 

Pós operatório

Após a cirurgia, o paciente pode deixar o hospital depois de algumas horas ou no dia seguinte da cirurgia, dependendo da extensão e complexidade da mesma, permanecendo totalmente em repouso durante as primeiras 48 horas, evitando movimentos muito bruscos com a cabeça e exposições solares prolongadas durante os primeiros meses. O pós operatório é bastante simples, com uma recuperação rápida que não requer grandes cuidados. Após cerca de 15 dias o paciente pode retomar as atividades diárias normais.

 

Como podem perceber, conquistar um semblante jovial e com aparência saudável é bem mais simples e descomplicado do que se imaginava. Então porque se lamentar todos os dias em frente ao espelho? Procure um cirurgião plástico especialista e fique bem com você mesmo!

-- --