Verão x Gestação: Saiba o que fazer para evitar complicações no período mais quente do ano

gravidez mulher gravida 2016 01 - internet

Nos meses de calor, grávidas devem se preocupar ainda mais com a alimentação, hidratação, doenças de pele e infecções

A temporada de verão chegou com direito a belos dias ensolarados. Entretanto, para curtir essa época do ano sem nenhum contratempo, é necessário redobrar os cuidados com a pele, alimentação, hidratação e infecções, especialmente se for gestante. “Grávidas atravessam uma fase da vida em que a imunidade fica mais baixa, até para que o feto não seja rejeitado, então devem ter mais atenção principalmente quanto a infecções respiratórias que incidem mais no calor do que no frio”, alerta médico Alberto d’Auria, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana.

Estar com o tórax sempre aquecido com uma camiseta, evitando o choque térmico do calor com os dos ambientes com ar-condicionado é essencial para que nenhum microorganismo se instale. Também é importante que os pés estejam aquecidos para que haja uma proteção maior do aparelho respiratório. Outra medida preventiva é tomar a vacina da gripe. “Além de proteger a mãe, ao tomar a vacina da gripe, os anticorpos são passados ao bebê via placenta que os carregará até os seis meses, idade em que poderá começar a ser vacinado”, explica o médico.

Outro tipo de infecção frequente na gravidez é a infecção urinária, principalmente quando a ingestão de água é deficitária. Por isso, nos meses de verão é obrigatório estar sempre se hidratando. Para saber se está ingerindo a quantidade de água ideal, uma dica é observar a coloração da urina. Se estiver com uma cor forte, bastante concentrada, é indício de desidratação. O ideal é que a cor da urina seja a mais diluída possível, quase transparente. Com a hidratação contínua, além de prevenir infecções, também garante que o líquido amniótico fique sempre no nível adequado.

Mais uma preocupação que as gestantes devem ter nesta época do ano é quanto aos dias de praia e piscina, muito comuns no verão. Não é aconselhável ficar muito tempo exposto ao sol, pois causa queda de imunidade. Também, se entrar no mar ou piscina, secar-se com uma toalha até retirar toda a umidade ou trocar por uma roupa seca, já que a umidade pode propiciar o aparecimento de micoses e candidíase vaginal. Outra alternativa seria deixar o mergulho para um horário próximo ao momento de voltar para casa, dessa forma evitará o maiô molhado e úmido por muito tempo, ambiente propicio para o crescimento de fungos.

Quanto à pele, é necessário estar sempre atenta, pois os hormônios liberados na gestação geram maior pigmentação, facilitando o aparecimento de manchas cutâneas, portanto, para evitar essas marcas na pele, o protetor solar deve ser reaplicado a cada 2 horas. “As alterações hormonais favorecem o surgimento de manchas acastanhadas na face chamadas melasma, muito difíceis de tratar. Elas podem surgir devido exposição ao sol e radiação visível (lâmpadas, computadores, tablets, entre outros). A gestante deve evitar exposição solar excessiva na face e, sempre que for se expor, utilizar protetor solar, chapéu de abas largas e óculos de Sol”, aconselha a dermatologista Flavia Ravelli.

Um procedimento bastante comum no verão e que gestantes devem tomar cuidado é a esfoliação pós-depilação. A grávida não pode utilizar esfoliantes que contenham ácidos, então, de acordo com a dermatologista, uma dica é esfoliar a pele com açúcar cristal e um pouco de mel, produtos permitidos durante a gestação. Além disso, a esfoliação deve ser realizada somente uma vez por semana para não causar feridas na pele que servem como porta de entrada para microorganismos.

Por último e não menos importante, uma recomendação que não pode ser esquecida nestes meses de calor intenso que atraem insetos, é o uso de repelentes. “As gestantes podem utilizar repelentes contendo icaridina, DEET ou IR3535. Desses, o que apresenta maior durabilidade, de até 10 horas, é a icaridina. É importante lembrar que o repelente atua por evaporação e não deve ser aplicado em local que será coberto por roupas. Além disso, ele é o último a ser aplicado: primeiro aplicamos o hidratante, maquiagem ou o protetor solar, por último, o repelente”, finaliza Flávia. Com todos esses cuidados, é possível aproveitar os prazeres do verão durante toda a gravidez.

-- --