Copa do Mundo 2018 na Rússia : México vence a Coreia do Sul e encaminha a classificação

Copa do Mundo 2018 na Russia
Copa do Mundo 2018 na Rússia – Foto : FIFA

Copa do Mundo 2018 na Rússia

Com a vitória de 2 a 1 contra a Coreia do Sul, na Arena Rostov, em Rostov, o México chega a seis pontos e dá um grande passo para se classificar para a próxima fase da Copa do Mundo 2018 na Rússia. O time que venceu a Alemanha por 1 a 0, na primeira rodada do Grupo F, não encontrou dificuldade de vencer os coreanos no sábado (23.06.18).

Coreia do Sul e México começaram a partida com muita marcação no meio de campo. Os dois times concentraram as jogadas na parte central do gramado. Diferentemente da partida contra a Alemanha, quando buscou sempre o contra-ataque, o México jogou com seus atacantes mais avançados.

Passados dez minutos de jogo, nenhum dois times em campo havia chutado a gol. Somente aos 12 minutos, em uma falta batida com a bola cruzada na área da Coreia, o atacante Chicharito Hernández cabeceia para fora do gol defendido pelo goleiro Jo Hyeon-Woo. O time coreano respondeu imediatamente. Em um contra-ataque pela esquerda a bola chega para Lee Yong, mas o chute foi bloqueado pela zaga mexicana.

Aos 20 minutos, Son recebeu livre pela direita, avançou em velocidade, fechou para o meio e na hora do chute foi bloqueado. A bola volta para o coreano que chuta e, mais uma vez é bloqueado. Aos 23 minutos, Guardado pela esquerda faz o cruzamento, mas Jang Hyun-Soo intercepta a bola com o braço e o árbitro marca o pênalti. Vela faz a cobrança no meio do gol e marca o primeiro gol do México.

Após o gol mexicano, o técnico coreano colocou mais à frente a sua linha de atacantes. Com uma marcação forte em todo o campo, os jogadores mexicanos conseguiam neutralizar as jogadas ofensivas da Coreia. Aos 38 minutos, o atacante Son é lançado por trás da zaga mexicana, ele desce em velocidade, entra na área e na hora do chute tem a bola travada pelo goleiro Ochoa.

O primeiro tempo termina aos 46 minutos, após uma cobrança de falta. A bola é lançada sobre a área, mas é neutralizada pela defesa coreana.

Segundo tempo

O segundo tempo recomeça com o time mexicano com uma postura mais defensiva, claramente buscando jogadas de contra-ataque. Os coreanos tentam jogar no campo do México. Son, o melhor jogador da Coreia, busca as jogadas de ataque.

Mas é o México que chega primeiro: Layún é lançado pelo meio, recebe livre, mas chuta para fora. Logo depois, em jogada de contra-ataque, Vela desce em velocidade e toca para Chicharito. O atacante, no entanto, chuta forte com a bola passando por cima do gol coreano.

Aos 11 minutos, foi a vez da Seleção da Coreia oferecer perigo. Pelo lardo esquerdo, Ki Sung-Yueng, após uma sobra de bola na entrada da área, chuta forte para uma boa defesa do goleiro Ochoa. Um minuto depois o México responde com Quadrado que bate direto para o gol, obrigando o goleiro Jo Hyeon-Woo fazer uma grande defesa.

Aos 17 minutos, o atacante Lee Seung-Woo entrou no lugar do volante Ju Se-Jong. A mudança feita pelo treinador Tae-Young Shin foi uma tentativa de deixar a equipe mais ofensiva. Mas, logo após a alteração na Coreia, o México faz o segundo gol com Chicharito Hernández, em uma jogada de contra-ataque, enlouquecendo a torcida mexicana em Rostov.

Osório fez a primeira mudança no time aos 25 minutos. Jesús Corona entrou no lugar de Lozano. Com 28 minutos de jogo no segundo tempo, a Seleção Mexicana passou a tocar mais a bola, atraindo os coreanos para o seu campo a fim de sair em jogadas de contra-ataque.

Aos 31 minutos, o México fez mais uma alteração. Osório colocou Giovani dos Santos no lugar de Vela. Faltando dez minutos para o término da partida, os mexicanos mantinham uma marcação firme na defesa, evitando que as chegadas do ataque coreano oferecesse perigo para o gol de Ochoa.

Até o juiz sérvio Milorad Mazic apitar o fim do jogo, os coreanos tentaram várias vezes chegar ao gol mexicano, mas eram contendidos pela zaga do México. Mas de tanto tentar, a Coreia faz o seu primeiro gol nos acréscimos, em uma jogada do craque Son, que, em um chute cruzado de perna esquerda, acerta o canto de Ochoa.

Por Aécio Amado – Repórter da Agência Brasil

.