Copa do Mundo na Rússia 2018 : Brasil 2 X 0 Costa Rica

Copa do Mundo 2018 na Rússia

:: Brasil 2 X 0 Costa Rica (Final de jogo).
Gols de PHILIPPE COUTINHO e NEYMAR JR no final do jogo salvam o Brasil da #empaTITE.

A primeira vitória do Brasil na Copa do Mundo 2018 na Rússia veio no fim do jogo realizado na sexta-feira (22.06.18) válido pela segunda rodada. A vitória foi dramática, carregada de muito sofrimento. Depois de passar 90 minutos tentando furar a defesa da Costa Rica, a seleção brasileira só chegou aos gols nos acréscimos. Philippe Coutinho fez seu segundo gol na Copa e Neymar Jr fechou o placar: 2 x 0 para o Brasil.

O alívio após a pressão do empate no primeiro jogo (1×1 com a Suíça) e uma partida muito difícil contra a seleção caribenha levaram Neymar Jr, cai-cai, às lágrimas após o apito final. O Brasil mostrou mais volume de jogo, mas, pouca precisão nas finalizações. “A vitória foi justa. Premiou quem quis jogar”, disse o zagueiro Thiago Silva após a partida.

Como foi o jogo
O Brasil encontrou um adversário muito bem fechado na defesa. A Costa Rica marcou a saída de bola do Brasil e se fechava com eficiência. Coutinho e Gabriel Jesus pouco fizeram durante o primeiro tempo. Neymar, jogando pela esquerda, era sempre cercado por dois ou mais adversários quando pegava na bola.

A Costa Rica explorava os contra-ataques, sempre com Ureña isolado no ataque. E, aos 12 minutos, a primeira chance real de jogo foi da Costa Rica. Numa chegada pela direita do ataque, Borges bateu para o gol, à direita do goleiro Alisson.

O Brasil teve uma posse de bola muito superior, mas não ameaçou o gol de Navas. As esperadas jogadas de habilidade do ataque brasileiro para furar a defesa não aconteceram.

Segundo tempo
Na etapa final, com Douglas Costa no lugar de Willian, o Brasil começou melhor. Aos 2 minutos, a Seleção Brasileira conseguiu entrar na área com perigo, mas Navas se antecipou a Neymar.

Na sequência, o Brasil quase chegou ao gol duas vezes. Gabriel Jesus cabeceou na trave e, na sobra, Philippe Coutinho chutou e a bola só não entrou porque o zagueiro salvou com o pé. Aos 10 minutos, Neymar recebeu bola cruzada na área e bateu para gol, mas Navas mandou para escanteio.

Depois da série de oportunidades, o jogo esfriou e a Costa Rica voltou a controlar o ataque brasileiro. Só 26 minutos o Brasil teve nova chance de abrir o placar. Neymar recebeu e bateu para o gol na entrada da área, mas a bola saiu à direita.

Aos 32 minutos, o Brasil chegou com velocidade e Neymar caiu na área e o juiz marcou pênalti. Ele, no entanto, consultou o árbitro de vídeo e anulou a marcação. O jogo continuava 0 x 0 e deixava os jogadores brasileiros cada vez mais nervosos. Neymar e Coutinho foram punidos com cartão amarelo por reclamação.

O Brasil finalmente marcou aos 45 minutos. Firmino cabeceou para o meio, Gabriel Jesus escorou e Coutinho completou para o gol; 1×0. Festa em São Petersburgo, na Rússia, e em todo o Brasil. A angústia, enfim, terminava.

Faltando 4 minutos para o fim da partida, a seleção ficou tocando bola, gastando o tempo. E teve tempo para o segundo gol, com Neymar. Em contra-ataque rápido, Casemiro tocou para Douglas Costa, que centrou para o camisa 10 do Brasil ampliar o placar. Com o apito final, veio o alívio da primeira vitória do Brasil na Copa.

Na próxima rodada, o Brasil enfrenta a Sérvia. O jogo será na próxima quarta-feira (27) às 15h (horário de Brasília). O Brasil lidera o grupo E com 4 pontos em dois jogos. Hoje, às 15h, Sérvia e Suíça fecham a segunda rodada do grupo.

IMAGENS

Neymar CaiCai Brasil na Copa do Mundo 2018 na Russia
Neymar Cai-Cai – Brasil na Copa do Mundo 2018 na Rússia – Foto FIFA

Brasil na Copa do Mundo 2018 na Russia

Neymar CaiCai Brasil na Copa do Mundo 2018 na Russia
Neymar Cai-Cai – Brasil na Copa do Mundo 2018 na Rússia – Foto FIFA

Preview

Sexta-feira, como costuma acontecer com milhares de brasileiros, é dia de acordar cedo, mas desta vez não para trabalhar. A seleção do técnico Tite entra em campo, pela segunda rodada do grupo E da Copa do Mundo do Mundo 2018 na Rússia, para enfrentar a Costa Rica, às 9h (horário de Brasília) no Estádio de São Petersburgo. Em seguida, a Nigéria jogará com a Islândia e, para encerrar, Sérvia e Suíça se enfrentarão pelo mesmo grupo do Brasil. De todos os jogos de hoje, apenas a Sérvia pode garantir a classificação às oitavas de final, em caso de vitória.

A seleção brasileira entra em campo, de uniforme azul, com a expectativa de apresentar rendimento melhor do que o da estreia. O time será diferente do que o do primeiro jogo. Danilo, com lesão no quadril, dá lugar a Fagner. Neymar, que chegou a ser poupado de um treino na terça-feira (19) por causa de dores no tornozelo, está confirmado na equipe. Fred, que não foi relacionado para o primeiro jogo, deve ficar no banco de reservas.

Com isso, o Brasil deve entrar em campo com Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda, Marcelo, Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

A Costa Rica precisa de pelo menos um empate para continuar em busca da vaga na próxima fase da Copa do Mundo. Treinada por Óscar Ramírez, a seleção costa-riquenha tem o goleiro Keylor Navas, que pertence ao Real Madrid, como principal jogador. Na linha de ataque, o principal nome é Brian Ruiz. Em 2014, ele foi fundamental na classificação da seleção em um grupo que tinha Uruguai, Itália e Inglaterra.

Entra em campo contra o Brasil praticamente o mesmo time que enfrentou a Sérvia, com mudança apenas na lateral-esquerda, que contará com Bryan Oviedo no lugar de Francisco Calvo. O restante da equipe é formada por Keylor Navas, Gamboa, González, Acosta, Óscar Duarte, Guzman, Borges, Venegas, Bryan Ruiz e Ureña.

A partida será apitada pelo holandês Bjorn Kuipers. Ele foi o árbitro da final da Copa das Confederações de 2013, quando o Brasil derrotou a Espanha por 3 a 0. Os auxiliares serão Sander Van Roekel e Erwin Zeinstra. Quem ficará por conta de arbitragem de vídeo será o esloveno Damir Skomina. Ele apitou Japão e Colômbia na Copa deste ano.

No histórico de confrontos, o Brasil tem grande vantagem perante o adversário. Em 10 partidas oficiais, a seleção brasileira venceu nove e perdeu apenas uma. Em Copas do Mundo, as seleções se enfrentaram em duas oportunidades. Em 1990, o Brasil venceu por 1 a 0. Em 2002, a seleção goleou por 5 a 2.

A Seleção Brasileira de Futebol já realizou o trabalho de aquecimento no gramado. Fágner é a grande novidade na lateral direita. Nessa quinta-feira (21), Danilo o titular da posição, queixou-se de dores durante o treino. Após avaliação médica, ele foi diagnosticado com uma lesão muscular na região do quadril direito, confirmada após exames. Segundo o médico da seleção Rodrigo Lasmar, a lesão impede que o atleta tenha condições de jogar contra a Costa Rica. O jogador já iniciou o tratamento com a fisioterapia e seguirá em observação pelo departamento médico.

Uma vitória do Brasil o coloca na liderança do grupo com quatro pontos. Tite escalou o time com: Alisson, Fágner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho e Willian: Neymar e Gabriel Jesus. É grande a movimentação de torcedores brasileiros em frente ao Estádio de São Petersburgo.

O Brasil entrará em campo contra os costa-riquenhos precisando vencer para não complicar sua situação na Copa. Depois do empate contra a Suíça (1×1), os brasileiros terão pela frente – teoricamente – a equipe mais vulnerável do grupo. Uma vitória deixa a Seleção Brasileira com 4 pontos, na briga pela liderança.

Tite escalou a equipe com os mesmos jogadores que iniciaram a partida contra a Suíça, com apenas uma mudança de última hora: Fagner entra na lateral direita no lugar de Danilo, diagnosticado com uma lesão no quadril.

Após o primeiro jogo, o treinador já havia mencionado a ansiedade e a consequente falta de pontaria do time, como responsáveis pelo empate. Em entrevista ontem (21), ele voltou a falar das finalizações.

“[É preciso] ser efetivo. Transformar as oportunidades em gol. Continuar proporcionando muito poucas oportunidades ao adversário. Eu também estava na expectativa do primeiro jogo. Hoje, já tem foco maior, abstração maior. Alguns ajustes de posicionamento vamos continuar fazendo”, disse.

Para o capitão costa-riquenho Byan Ruiz, a partida de hoje é “motivante”. “Este jogo é importante. Especialmente por causa das coisas que estamos disputando”. Como já perdeu o primeiro jogo, uma derrota encerra as chances de classificação da Costa Rica para a próxima fase.

O time que jogará contra o Brasil terá apenas uma mudança em relação à partida de estreia. Bryan Oviedo entra no lugar de Francisco Calvo na lateral esquerda.

Este será o terceiro duelo entre as duas seleções em copas. O primeiro, em 1990, terminou com vitória magra do Brasil: 1×0. O segundo foi completamente diferente. Em 2002, pela última rodada da primeira fase, o Brasil estava classificado antecipadamente e entrou em campo com um time cheio de reservas. Mesmo assim, goleou: 5×2.

Texto por Marcelo Brandão – Repórter da Agência Brasil | Fotos : FIFA