FIMMA Brasil 2017 : começa a quinta maior feira do setor moveleiro no mundo, por Fabio Juchen

FIMMA Brasil 2017 : começa a quinta maior feira do setor moveleiro no mundo, por Fabio Juchen*
FIMMA Brasil 2017 : começa a quinta maior feira do setor moveleiro no mundo, por Fabio Juchen*

Quinta maior feira do setor moveleiro no mundo, a FIMMA Brasil 2017 começou na tarde de terça-feira (28.03.17), às 14h, com a  presença do Governador do Estado do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori. A feira acontece até sexta-feira (31.03.17), das 13h às 20h, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha.

Expectativa
A expectativa é de captar um volume de negócios de U$$ 290 milhões e receber na cidade, que é líder na produção de móveis do país, um público formado por mais de 30 mil visitantes. Estão à frente do evento, Rogério Francio, presidente da FIMMA Brasil 2017 e Cândida Cervieri, diretora executiva da MOVERGS.  Participam da feira  550 marcas expositoras de 30 países diferentes.

Lideranças políticas e do setor moveleiro estiveram na cerimonia de abertura – Roberto Jaguaribe – Guilherme Pasin – Ivo Sartori – Volnei Benini – Rogerio Francio – Daniel Lutz / Foto : Carlos Ferrari

Vitrine
Durante quatro dias, o evento reunirá os principais players do mercado, que estarão expondo lançamentos, produtos e serviços, além de inovações. “As empresas participantes têm a chance de expor em uma vitrine mundial, fortalecendo as marcas em âmbito global, ampliando a rede de contatos e fomentando alianças estratégicas”, destaca o presidente da FIMMA Brasil 2017, Rogério Francio.

BNDES realiza atendimentos
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES está com uma ação especial para as empresas que tiverem interesse em obter informações sobre os financiamentos oferecidos. Uma equipe de técnicos da instituição realiza atendimentos individuais, explicando sobre a aquisição do Cartão BNDES e as atuais linhas de crédito para ampliação da capacidade produtiva, aquisição de máquinas e equipamentos, capital de giro, apoio às empresas exportadoras, entre outras situações. O estande do BNDES está localizado no Pavilhão A, Rua 4.

Workshop de Móveis
Entre as palestras que serão realizadas estão: “O Design como Ferramenta Estratégica na Indústria Moveleira”, que será ministrada por Marta Manente, do Studio Marta Manente; “A Construção do made in Italy e suas práticas”, por Victor Megido, do IED – Instituto Europeu de Design; “Acabamento: estratégia na diferenciação e agregação de valor”, pelo gerente da Sayerlack, Marco Aurélio dos Santos; “Estratégias para Potencializar seu Negócio”, proferida por Marcos Batista, do Studio Marcos Batista, e “A Indústria Brasileira de Móveis: Mercados e Cenários”, por Marcos Lelis, da UNISINOS.

Projeto Comprador
A ampliação do mercado para a cadeia de madeira e móveis recebe incentivo através deste Projeto, que possibilita o contato direto entre importadores de máquinas, matérias-primas e acessórios para móveis e exportadores brasileiros. Desenvolvido de forma estratégica e com foco na efetivação de transações comerciais internacionais e parcerias futuras, o projeto tem rodadas de negócios e visitas técnicas previamente agendadas. Nesta edição, estão presentes 50 compradores internacionais, de países como Estados Unidos, México, Panamá, Chile, Colômbia, Peru, Reino Unido, Emirados Árabes Unidos, Argentina, Uruguai, Bolívia e África do Sul.

Setor Moveleiro no Brasil
Atualmente, existem 20,7 mil indústrias moveleiras no Brasil. No ano passado, elas faturaram R$ 58,5 bilhões e exportaram US$ 493 milhões para os Estados Unidos da América, Reino Unido, Uruguai, Argentina, Peru e Chile. A meta para 2017 é ampliar as exportações, chegando a US$ 526 milhões.

Movergs
Com mais de 30 anos de atuação, a MOVERGS representa mais de 2.700 indústrias moveleiras no Estado, e tem como lema “unir para fortalecer, renovar para crescer”. Em 2016, somente em Bento Gonçalves, o setor moveleiro faturou R$ 1,81 bilhões entre, aproximadamente, 300 empresas do segmento. A indústria totaliza no município 300 empresas e 6,44 mil empregos gerados. O Rio Grande do Sul tem, atualmente, mais de 2,7 mil empresas moveleiras, que respondem por 19% do total de móveis fabricados no Brasil. No ano passado, as indústrias de móveis e colchões faturaram R$ 10 bilhões e exportaram US$ 178,8 milhões. Os principais mercados foram Reino Unido, Uruguai, Peru, Estados Unidos da América, Chile e Argentina.

Edição passada
Em 2015, a FIMMA Brasil contou segundo a Associação das Indústrias de Móveis do Estado do Rio Grande do Sul – MOVERGS – entidade que organiza o evento –, com cerca de 600 marcas expositoras de 30 países diferentes dos segmentos de máquinas e similares (34%); matérias-primas (20%); acessórios e componentes (29%); ferramentas (7%) e softwares, hardwares, eletrônicos e serviços (10%). Durante sua realização, recebeu mais de 33 mil visitantes e captou um volume de negócios estimado em U$$ 298 milhões.

Bento Gonçalves
A cidade é considerada um dos maiores polos tecnológicos do setor moveleiro e é líder na produção de móveis do país. “O Rio Grande do Sul possui 2.750 empresas moveleiras, o que equivale a cerca de 13,3% das empresas do Brasil. Juntas, elas respondem por 18,4% do total de móveis fabricados e por 31,1% das exportações”, cita o presidente da MOVERGS, que completa: “Em 2015, foram faturados R$ 6,73 bilhões, exportados mais de U$ 183,5 milhões, gerando 39 mil postos de emprego. Esses indicadores demonstram a força do setor gaúcho para a economia local e brasileira”.

Fabio Juchen Feira Fimma Brasil 2017

  • Fábio Juchen é editor chefe dos sites sortimentos.com
-- --