Filme “Pequeno Segredo” é indicado para disputar o Oscar 2017

Filme Pequeno Segredo

Filmado no Brasil e na Nova Zelândia, o filme brasileiro traz no elenco e na produção nomes nacionais e estrangeiros, como os atores brasileiros Julia Lemmertz, Marcello Antony e Maria Flor

O filme Pequeno Segredo, do diretor David Schurmann, representará o Brasil na disputa por uma vaga na categoria Melhor Filme em Língua Estrangeira no Oscar 2017. A indicação do longa-metragem foi divulgada pelo Ministério da Cultura (MinC), na segunda-feira (12.09.16), na Cinemateca Brasileira.

O filme foi selecionado, entre 16 produções nacionais, por uma comissão especial formada por nove integrantes especialistas no setor audiovisual. A quantidade de longas inscritos é reflexo do momento atual do cinema brasileiro, que, em 2015, igualou a quantidade de títulos lançados em 2013.

Pequeno Segredo passará agora pelo processo seletivo da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que selecionará os cinco indicados ao prêmio de Melhor Filme em Língua Estrangeira. A 89ª cerimônia do Oscar está marcada para 27 de fevereiro, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Filme Pequeno Segredo - Diamond Films Brasil
Filme Pequeno Segredo – Diamond Films Brasil

História

Com roteiro de Marcos Bernstein, o filme conta a história da família Schurmann, que vive ao redor do mundo a bordo de um veleiro e tem suas vidas transformadas ao receber a menina órfã Kat.

O brasileiro Marcos Bernstein também escreveu, ao lado de João Emanuel Carneiro, o roteiro de Central do Brasil (1998), de Walter Salles, vencedor do prêmio Sundance/NHK de roteiro e do Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Berlim.

Já o diretor, David Schurmann, conta com 20 anos de experiência no mercado cinematográfico. Filho do meio da família Schurmann, já dirigiu filmes, séries para TV e filmes publicitários.

Filmado no Brasil e na Nova Zelândia, o filme traz no elenco e na produção nomes nacionais e estrangeiros, como os atores brasileiros Julia Lemmertz, Marcello Antony e Maria Flor; o peruano Inti Briones (fotografia) e a alemã Brigitte Broch (direção de arte).

-- --