Notícias Expointer 2018 : Expoargs, equinocultura, agricultura familiar e previsão da safra verão 2019

Feira Expointer em Esteio - Foto Dyessica Abadi Palácio Piratini
Feira Expointer em Esteio – Foto Dyessica Abadi Palácio Piratini

Feira Expointer 2018

A cobertura da Expointer 2018 no site sortimentos.com destaca na segunda-feira (27.08.18) : Expoargs supera expectativa de vendas no primeiro final de semana, Equinocultura merece atenção do agronegócio nacional, Vendas da agricultura familiar crescem no primeiro fim de semana, Safra deverá alcançar 34 milhões de toneladas na temporada de verão 2018/2019 e Secretários de Agricultura de 12 estados fazem reunião na feira.

Expoargs supera expectativa de vendas no primeiro final de semana
O primeiro final de semana da 35ª Exposição de Artesanato do Rio Grande do Sul (Expoargs) na Expointer 2018 registrou aumento de 26% em comparação ao mesmo período de 2017. A feira, que este ano concentra 295 artesãos de 46 municípios gaúchos em 118 estandes, vendeu 6.576 peças, totalizando R$ 304.595,75. Promovida anualmente pelo Programa Gaúcho do Artesanato (PGA), é a maior feira de artesanato gaúcho. De acordo com a coordenadora do PGA, Marlene Leal Garcia, os produtos mais vendidos no evento foram ponchos de lã, peças de entalhe em madeira e de cutelaria.

Equinocultura merece atenção do agronegócio nacional
O Brasil possui o quarto maior rebanho equino do mundo, com 5.496.817 cabeças, segundo dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Desses, apenas 700.000 são registrados. Para contornar esse cenário e fomentar o setor da equinocultura nacional, o agrônomo e consultor em agronegócio Daniel Dias apresentou uma série de estudos sobre o tema na manhã de segunda-feira (27.08.18). A palestra integrou a programação da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac) na feira.

Das 34 raças registradas no Brasil, em primeiro lugar está a Mangalarga Marchador, com 644 mil exemplares, somando 29,4% do total. Mesmo com um rebanho tão grande, segundo Dias, “a equinocultura não é organizada como outras atividades do agro.” De acordo com o especialista, o Produto Interno Bruto (PIB) da equinocultura representa 16 bilhões na economia nacional, ofertando 642 mil postos de trabalho direto em todo o Brasil. Só a lida no campo congrega mais de 500 mil e soma 52% do valor total do PIB. A saída para reverter a situação da atividade, para ele, é apostar nas provas cada vez mais focadas na lida de gado, de maneira a dar visibilidade ao setor. “Alguém tem que abraçar e começar a trabalhar por essa causa”, afirmou.

Vendas da agricultura familiar crescem 66% no primeiro fim de semana
No primeiro fim de semana da Expointer, as vendas da agricultura familiar cresceram 66% em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme levantamento da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), entre sábado (25) e domingo (26) foram comercializados R$ 789,9 mil, contra R$ 474,2 mil do ano passado, resultando em aumento de 66%. Na comparação entre este domingo e o domingo de 2017, o crescimento foi de 95%. Foram R$ 496,7 mil comercializados este ano, contra R$ 254,5 mil no domingo do ano passado. No ano passado, o volume total de vendas foi de R$ 2,8 milhões, cifra 40% superior ao negociado em 2016.

O pavilhão tem 280 estandes para exposição e comercialização de produtos de 285 expositores, entre agroindústrias, artesanato, plantas e flores. O número de estandes aumentou 41% em relação ao ano passado, com a inauguração do novo pavilhão, que aumentou a área para cerca de sete mil metros quadrados. No ano passado, foram oferecidos 198 espaços. Além de corredores mais amplos para circulação do público, a feira hoje tem capacidade para servir refeições a 400 pessoas simultaneamente, pois a área da praça de alimentação foi dobrada.

Safra de 34 milhões de toneladas para temporada de verão 2018/2019
No embalo do ano agrícola, que se iniciou há cerca de 30 dias, a Emater/RS-Ascar divulgou, na manhã de segunda-feira (27), as projeções para a safra gaúcha de verão 2018/2019 com a estimativa das áreas de plantio e as principais culturas a serem cultivadas no Rio Grande do Sul. Ao todo, a safra da temporada deve superar as 30,2 milhões de toneladas registradas anteriormente, chegando a 34 milhões de toneladas neste ano.

O levantamento foi realizado pelas equipes técnicas e unidades operativas da Emater/RS-Ascar, compostas por 102 escritórios municipais para a cultura do arroz, 238 para feijão, 419 para milho grão, 367 para soja e 396 para milho silagem, além de 12 escritórios regionais e do escritório central. Conforme a entidade, o levantamento representa as percepções e intenções dos produtores e dos demais atores da cadeia produtiva (cooperativas, comércio de insumos, bancos, entre outros) em relação à próxima safra.

A amostra de 419 municípios gaúchos cobriu 94% da área a ser cultivada por grãos de arroz, 80% por feijão, 93% com milho grão, 91% com soja e 90% com milho destinado à silagem. Entre os dados apresentados estão as projeções de área a ser plantada, a produtividade média estadual e a produção em média em toneladas.

A projeção de maior destaque é para o cultivo de soja. Conforme a safra 2017/2018, em que foram plantados 5.758.133 hectares, para o futuro a área deve ser acrescida de 2,30%, chegando a 5.890.619 para 2018/2019.

Para a cultura arrozeira, a previsão é de que a área a ser plantada chegue a 1.050.300 hectares, número 1,69% menor que a safra 2017/2018. A produção deve chegar a 7.976.474 toneladas. Na safra passada de grãos de feijão, foram cultivados 39.793 hectares. Para este ano, a estimativa é de aumento de 4,16% para 41.449 hectares. A produção pode chegar a 60,3 toneladas.

Para a safra de milho grão, a área a ser plantada deve ser de 738.074 hectares, um tamanho 5,53 maior que o ano anterior, onde foram cultivados 699.385 hectares. A produção deve chegar a 5.024.074 toneladas. Já para o milho silagem, a área será reduzida em 3,56%, mas ainda assim vai ser um espaço de 354.038 hectares. A produção pode chegar a 13.204.128 toneladas.

Reunião dos secretários de Agricultura de 12 estados
A Expointer recebeu a reunião do Conselho Nacional dos Secretários de Agricultura do Brasil (Conseagri), pelo segundo ano consecutivo, nesta segunda-feira (27). Neste ano, estiveram presentes os titulares de 12 estados brasileiros. O encontro foi conduzido pelo presidente do conselho, secretário Rômulo Montenegro, da Paraíba. O secretário do Rio Grande do Sul, Odacir Klein, recepcionou os colegas com um almoço realizado na sede da Associação dos Funcionários da Secretaria da Agricultura (Afusa).

Ingressos Expointer 2018
:: Pedestre: R$ 13,00
:: Estudante: R$ 6,00
:: Idoso: R$ 6,00 (a partir dos 65 anos a entrada é gratuita)
:: Crianças: até 6 anos têm acesso livre se acompanhadas
:: Estacionamento: R$ 32,00 por veículo (com direito ao ingresso do motorista)
O número de vagas de estacionamento na área foi ampliado. Serão mais 2 mil vagas com calçamento, ampliando a capacidade do parque para 12 mil carros.

Fabio Juchen editor do site sortimentos.com
Fabio Juchen editor do site sortimentos.com

Expointer no Sortimentos

A cobertura da Expointer conta com boletins diários produzidos pelo editor Fábio Juchen com apoio da BCS Automação para Feiras e Eventos

.