São Paulo – Espetáculo “Cacilda!!!!! A Rainha Decapitada” no Teatro Oficina

espetaculo-cacilda-a-rainha-decapitada-teatro-oficina-sao-paulo

O musical “Cacilda!!!!! A Rainha Decapitada” faz temporada do dia 26 de julho a 14 de setembro de 2014, no Teatro Oficina (Rua Jaceguaí, 520 – Bixiga), em São Paulo / SP. As apresentações são aos sábados e domingos, às 19h. O ingresso custa R$ 30,00.

 

O fim da paixão entre Cacilda Becker e Adolfo Celi, que foi o principal motor da criação do TBC – Teatro Brasileiro de Comédia, move o espetáculo, um percurso inédito no labirinto da ‘Odisseia das CACILDAS!!!!!!!!!’, de José Celso Martinez Corrêa e Marcelo Drummond (coautor).

 

Camila Mota e Sylvia Prado mais uma vez dão vida a Cacilda, que será a última montagem da produção recente do Oficina sobre a vida e obra da atriz dentro da ‘Odisseia’, que ainda possui peças inéditas. A carioca Joana Medeiros entra no jogo como Tônia Carrero, ao lado de Marcelo Drummond (Diretor do Teatro Berrini, Paulo Autran e Creonte), Zé Celso (Zampari Papaizão e Frei Reginaldo Tirésias), Roderick Himeros (Adolfo Celi) e mais 13 atores da Cia. Oficina e da Universidade Antropófaga.

 

No Teatro Berrini de Comédia, artistas se preparam para ensaiar ‘Seis Personagens à Procura de um Autor’, de Pirandello. Provocados pelos Coros de Pega Fogo das ruas do mundo, ‘seis personagens à Procura da Peça que desvende a Travessia dos Vivos e Mortos dos dias de Hoje para a Ethernidade’ penetram juntos no novo TBC.  O sexteto não procura mais um autor; busca, como todos, a própria encenação da peça.

 

Para isso, as paixões humanas devem ser revividas e atravessadas na Casa do Drama de ‘A Dama das Camélias’, quando Tônia Carrero chega para fazer ‘Tico-Tico no Fubá’ na Fábrica de Cinema Vera Cruz, transformando-se no novo foco da paixão de Adolfo Celi. Cacilda sai, então, da Casa do Drama e faz o derradeiro percurso: o duro aprendizado como Antígone na Tragédia Grega, onde termina por devorar sua paixão morta para eternizá-la em suas entranhas de atriz. Na catarse, sai para outros percursos de sua odisseia.