Dez dicas para evitar doenças no verão

verao-praia-descanso

As altas temperaturas e a as chuvas, em boa parte do país, fazem do verão a época mais propícia para proliferação de algumas doenças. Micose, hepatite A, conjuntivite, gastroenterite, dengue e hepatite são as mais comuns nessa época. Quem alerta para os cuidados na estação mais quente do ano é a infectologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Graziella Hanna Pereira. “Além dessas doenças, não podemos nos esquecer dos casos de desidratação, que são muitos nesse período.”

 

Segundo a especialista, a umidade elevada e o calor excessivo são responsáveis pela onda de determinados tipos de bactérias, fungos e vírus. “Com isso, frutas, derivados de leite, água e outros produtos mais perecíveis acabam sendo afetados”, alerta.

 

Há ainda o acúmulo de águas das chuvas, que favorecem a epidemia de dengue em determinadas regiões do Brasil. A doença é transmitida pela picada do mosquito fêmea do Aedes aegypti. “Após o contato com o inseto, em geral, as pessoas acabam tendo dores no corpo, calafrios, febre e até sangramento”, alerta a doutora.

Deve-se tomar cuidado também com a ingestão de alimentos contaminados que pode causar diarreia e fraqueza, motivados pela perda de líquido no corpo. “Em ambos os casos, as pessoas devem procurar um especialista porque há medicamentos específicos para cada situação”, ressalta a Graziella.

 

 

Confira dez dicas da para se prevenir de doenças no verão.

•Lave bem frutas, verduras e legumes antes de ingeri-los. Em alguns casos, não hesite em fervê-los;
•Armazene em temperatura adequada queijos, maioneses, leite e outros produtos que contenham leite na fórmula;
•Evite deixar alimentos perecíveis por muito tempo em temperatura ambiente;
•Procure usar gelo e tomar água de procedência reconhecida;
•Use protetor solar para o corpo e para a boca;
•Evite permanecer com roupas molhadas ou úmidas por longos períodos;
•Seque bem o corpo após tomar banho, principalmente o espaço entre os dedos e os ouvidos;
•Não acumule água de chuva em vasos, pneus e garrafas vazias, entre outros recipientes. Lembre-se de que o mosquito da dengue se reproduz em água parada;
•Tome bastante água, no mínimo dois litros diários;
•Use calçados e loções repelentes para caminhar ou permanecer em áreas com insetos que possam transmitir doenças.

 

 

Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos
Localizado ao lado do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos atua em mais de 50 especialidades e conta com cerca de 780 médicos. Realiza aproximadamente 12 mil procedimentos cirúrgicos, 13 mil internações, 205 mil consultas ambulatoriais, 140 mil atendimentos de Pronto-Socorro e 1,3 milhão de exames.

-- --