Crise no Brasil : Rio de Janeiro no sexto dia de paralisação dos caminhoneiros

Crise no Brasil - Notícias Paralisação no Brasil - Greve Geral no Brasil

Notícias Crise no Brasil

:: STF autorizou uso de força para desbloquear rodovias e impôs multa a quem descumprir decisão
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou que o número de bloqueios, totais ou parciais, nas rodovias federais começou maior neste sábado. O dia começou com 1.140 pontos de interdição, enquanto o pico da sexta-feira havia sido 938 pontos. O balanço não inclui os bloqueios em rodovias estaduais ou em áreas municipais.

:: Polícia Rodoviária Federal informa que aplicou 349 multas a caminhoneiros desde o início da paralisação, somando R$ 1.770.797,98

:: Anúncio do governo: Temer decreta Garantia da Lei e da Ordem em todo o país.

BRT do Rio volta a funcionar na tarde deste sábado com 28 ônibus
O BRT, sistema de ônibus expresso do Rio de Janeiro, voltou a funcionar por volta das 17h dese sábado (26), após passar o dia parado por falta de combustível, causada pelas paralisações realizadas por caminhoneiros nas estradas em protesto contra os aumentos nos preços do diesel. Ao todo, 28 ônibus já voltaram a circular. Voltaram a funcionar as linhas: 11 do corredor Transoeste no trecho entre Santa Cruz e o Terminal Alvorada, na zona oeste; 35 do corredor Transcarioca entre Madureira na zona norte e o Alvorada; 50 do corredor Transolímpica no trecho Centro Olímpico e Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, também zona oeste; e 51 que vai atender passageiros da Vila Militar ao Terminal do Recreio (zona oeste). Cinco caminhões-tanque deixaram hoje a Refinaria Duque de Caxias (Reduc), na Baixada Fluminense, para abastecer o BRT, que atende 450 mil passageiros por dia. Os caminhões foram escoltados pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro. Cada veículo levou 40 mil litros de óleo diesel.

:: Durante a paralisação dos caminhoneiros a #PMERJ está fazendo a escolta de combustíveis para abastecimento dos serviços essenciais à população.

Pezão defende ‘ação mais forte’ para garantir abastecimento
O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (MDB), disse que este sábado, 26, é um “dia decisivo” nas negociações do governo federal com os caminhoneiros, e que acredita que a situação nas estradas se resolva até amanhã. Em entrevista ao RJTV, da TV Globo, ele defendeu ação “mais forte” das forças de segurança para garantir a saída de combustível de refinarias e informou que a polícia está escoltando caminhões que deixam a Reduc, na Baixada Fluminense.