Festuris 2016 : Congresso debateu a ‘Integração entre Fronteiras – Potencializando a Economia Compartilhada’

Congresso Festuris 2016
Festuris 2016 : Congresso debateu a ‘Integração entre Fronteiras – Potencializando a Economia Compartilhada’

O Congresso FESTURIS 2016 debateu a “Integração Entre Fronteiras: Potencializando a Economia Compartilhada” na manhã de sexta-feira (04.11.16), no Palácio dos Festivais no Centro de Gramado, na Serra gaúcha. O encontro contou com a presença de importantes líderes políticos como o secretário de turismo do Estado do Rio Grande do Sul, Victor Hugo; o presidente da Embratur, Vinícius Lummertz; o cônsul da Argentina, Carlos Cezar Garcia Baltazar; e o representante da Associação Amigos das Missões, José Roberto de Oliveira. O jornalista Carlos Schapochnik foi o entrevistador da rodada.

O painel começou destacando a história dos jesuítas e índios que foram responsáveis pelas Missões que existem no Rio Grande do Sul, Argentina e Paraguai. “Uma das mais emocionantes histórias da humanidade aconteceu na Região das Missões. A base de toda a formação do que conhecemos o Rio Grande do Sul está nas missões. A Argentina e Paraguai também tem patrimônios e já realizaram ações para a valorização dos roteiros jesuíticos como asfaltos, investimento em marketing, e o Brasil ainda não. Precisamos resolver essas demandas”, avaliou o representante da Associação Amigos das Missões, José Roberto de Oliveira.

O secretário, Victor Hugo salientou que o tema é bastante relevante. “Recordo o momento que recebi os diretores do FESTURIS, eles me alertaram sobre o painel do desafio da oportunidade dos roteiros integrado das experiências do Rio Grande do Sul. É momento do poder público ter compreensão, reconhecimento e destravar esse roteiro. Isso tem que ser uma demanda do Governo e do setor privado. Estamos buscando uma afinidade de propósito e ação nessa questão”, afirmou o secretário, Victor Hugo.

A Argentina é um case de exemplo para os roteiros das missões jesuíticas, o Cônsul da Argentina em Porto alegre, Carlos Cezar Garcia Baltazar explicou que esse sucesso se deve ao povo argentino. “A união dos argentinos promoveu oportunidades iguais a todos. E a conclusão é que o turismo é uma forte variável de direção de emprego”

O presidente da Embratur, Vinicius Lummertz falou sobre o dever do Estado. “O Brasil tem muito potencial no setor turístico. O turismo no país se torna uma política de estado. Existe uma corrida pelo turismo e o nosso desafio é vendê-lo enquanto política de Estado”, disse Vinícius.

Festuris Feira e Congresso
A Festuris se divide em um congresso, nos dias 04 e 05 de novembro, no Palácio dos Festivais de Gramado, e uma feira de negócios, nas mesmas datas, no Serra Park Centro de Feiras e Eventos da cidade.

O congresso tem como tema central ‘Inovação, Competitividade, Expansão e Gestão na Era da Economia Compartilhada’. Na pauta do debate estão assuntos considerados fundamentais para o desenvolvimento do turismo, como a integração de fronteiras, a regulamentação de jogos e o legado da Olimpíada e da Paraolimpíada.

A grande novidade na edição deste ano é a área reservada a empresas e destinos do segmento de luxo. O ramo registra grande crescimento mundial, impulsionado pela tendência de viajantes buscarem vivências únicas, personalizadas e integradas à natureza e à cultura local.

-- --