Coluna Ana Mello : Uma taça de vinho

Escritora Ana Mello

Uma taça de vinho

por Ana Mello

Comparo a vida com uma boa garrafa de vinho. Gosto dos intensos, estruturados e fortes, na maior graduação alcoólica. Chilenos ou Argentinos e de altitude. Também aprecio o frio, inverno e ventania. Nunca gostei de coisas fáceis e entregues de bandeja.

Dessa forma avalio minha vida, porque tenho a certeza que não estou aqui para um passeio. Sempre tive momentos marcantes e muito que pensar e desvendar. Como um bom vinho, amadureci lentamente e acredito que os anos lapidaram minhas qualidades e minimizaram meus defeitos. Ética, solidariedade e confiança foram minhas primeiras uvas e delas guardo o verdadeiro sabor.

Os livros me encantaram desde cedo, mesmo antes de aprender a ler e confesso que minha imaginação causava uma leve e constante embriaguez. Viajava constantemente em distantes e coloridos lugares, recheados de aventuras e desafios. Possuía amigos imaginários e falava mais sozinha do que minha avó. Observava tudo atentamente e queria poder fazer tudo o que os adultos faziam com liberdade.

Aprendi a beber desde cedo, pois minha mãe fazia cervejas em casa. Compreendi que não passar dos limites era a melhor opção e deveria apreciar as coisas com inteligência. Tive um tio louco que toda vez que saiamos para passear, de carro e sem cintos de segurança – bebia e me oferecia também uma taça de Martini. Se bem me lembro, deveria ter uns treze anos nessa época.

Depois de toda essa oferta, sinto-me feliz por não ser viciada e nunca ter pretendido experimentar coisas mais fortes. O que me salvou foi a agudez de espírito, a observação da vida e o sábio conselho do meu pai, que dizia: não é preciso viver tudo, aprenda com os erros dos outros.

Hoje bebo com sabedoria e procuro fazer como na leitura. Mesmo que me sinta embriagada não deixo que guiem minha vida sem que eu possa a qualquer momento parar e fazer tudo de maneira diferente. Se minha vida fosse uma garrafa de vinho, no seu rótulo estaria escrito – o mais importante são as pessoas e o que podemos aprender com elas.

>> Leia outras publicações da escritora Ana Mello em Sortimentos.com.br <<

Escritora gaucha Ana Mello

Ana Mello

Argonauta da internet, seduzida por minicontos, rimas e quadrinhos. A escritora gaúcha está espalhada em palavras pela internet, em e-books e em dois livros de papel – Minicontando e Perseu. Pode ser encontrada também no twitter, no facebook e no site http://anamelloescritora.com.br.

.