Casa Rio Verde comercializa o premiado espumante Orus Nature Silvia 1972 do enólogo Adolfo Lona

Espumante Orus Nature Silvia 1972 Enologo Adolfo Lona
Espumante Orus Nature Silvia 1972 – Enólogo Adolfo Lona


Espumante Orus Nature Silvia 1972 do enólogo Adolfo Lona na Casa Rio Verde

O espumante Adolfo Lona Orus “Silvia 1972”, lançado este ano, foi eleito “Melhor Vinho do Ano” pelo Guia Adega Vinhos do Brasil 2017/2018, principal referência de vinhos nacionais. O espumante recebeu 93 pontos, sendo descrito como “profundo e de fruta vermelha mais madura, cheio de cremosidade, bom volume de boca, acidez vibrante e final cheio e persistente, com traços minerais, de ervas, de morangos e de frutos secos. Um espumante de ossos fortes, que impressiona pela força mostrada de modo refinado”.

Produzido pelo enólogo Adolfo Lona, na região de Garibaldi / RS, o “Silvia 1972” é uma edição especial do Orus Pas Dosé, em homenagem à esposa Silvia e ao ano de casamento do casal. O Nature Rosé Clair foi produzido com as uvas tintas Merlot e Pinot Noir e maturado por 30 meses pelo método Tradicional em cave climatizada. Segundo Adolfo Lona, o Orus Silvia 1972 começou a ser elaborado em 2014: ”Ele chegou à perfeição neste ano, coincidindo com os 45 anos de casado com Silvia. O resultado é um espumante agradável e muito feminino, características que motivaram a homenagem”.

O rótulo é distribuído com exclusividade em Minas Gerais nas cinco lojas da Casa Rio Verde em Belo Horizonte e pelo VINHOSITE, loja virtual da importadora. Os amantes da bebida também encontram na importadora os outros seis rótulos com a assinatura de Lona: Brut Rosé, Brut Charmat, Demi-sec, Nature, Brut Champenoise e Orus Pas Dosé, os três últimos elaborados pelo método Clássico ou Tradicional.

ADOLFO LONA

Nascido em Buenos Aires, e formado na cidade de Mendoza na Argentina, Adolfo Lona chegou a Garibaldi, no Rio Grande do Sul, em 1973, para trabalhar na Martini e Rossi, onde permaneceu por 30 anos e introduziu uma nova forma de produzir uvas e vinhos no país.

Em março de 2004, o enólogo usou sua experiência para materializar um velho sonho: ter sua própria produtora de vinhos e espumantes, na região de Garibaldi.

Adolfo Lona pode ser considerado um ícone da enologia sul-americana. Desde a sua chegada, teve um papel protagonista na produção de vinhos e espumantes no Brasil, com rótulos consagrados como o Baron de Lantier Millesimé Cabernet Sauvignon e o Espumante Dégreville Brut Rosé, ambos vencedores de todos os concursos de melhor vinho e melhor espumante nacional em degustações promovidas pela então influente revista Playboy.

Seu perfil inovador o levou a produzir o “Orus Pas Dosé”, que em degustação às cegas promovida pelo conhecidoenófilo Luiz Cola superou o Champagne Ayala Nature, em uma demonstração de sua estupenda qualidade.

VINHOS E ESPUMANTES ADOLFO LONA

A opção, mantida até hoje, de ser uma vinícola pequena, quase artesanal, é um dos segredos da originalidade e personalidade marcante dos espumantes Adolfo Lona. A experiência de mais de 30 anos como diretor técnico de uma grande vinícola foi decisiva para esta postura: somente pequenos volumes de produção permitem garantir o nível de qualidade que o consumidor espera da marca Adolfo Lona. A produção total da vinícola é de 70 mil garrafas ano, 50 mil pelo método charmat e 20 mil pelo método Tradicional.

O tempo é outro aliado da qualidade Adolfo Lona. Os ciclos longos – de 6 a 8 meses para o Charmat e 18-30 para os Tradicionais contribuem para a delicadeza e elegância dos espumantes.

Através do método Charmat, são produzidos espumantes mais frescos e frutados como o Brut Branco, Brut Rosé e Demi-sec aromático. O método Tradicional é utilizado na produção de espumantes mais maduros e complexos como o Nature e o Brut. O Orus Nature Rosé tem ciclo de maturação de 24 meses e o Silvia 1972, que será lançado, ciclo de 30 meses.

CASA RIO VERDE

A Casa Rio Verde é distribuidora exclusiva dos espumantes Adolfo Lona em Minas Gerais, há onze anos, comercializando os sete rótulos da marca: Adolfo Lona Charmat Brut; Adolfo Lona Charmat Brut Rosé; Adolfo Lona Brut Tradicional; Adolfo Lona Nature Tradicional; Adolfo Lona Demi Sec Aromático, Orus Pas Dose método Tradicional e, agora, o Adolfo Lona Orus Dona Silvia 1972- método Tradicional. A distribuidora e importadora mineira comunga a filosofia de trabalho de Adolfo Lona: oferecer excelentes produtos com preços competitivos.

-- --