Especialista ensina como cuidar dos fios nas estações mais geladas do ano

cabelos cuidados inverno cabelos

O frio está chegando e embora seja muito gostoso exige tratamento diferenciado para os cabelos. Com o outono e o inverno, se torna hábito aumentar a temperatura do chuveiro, o uso mais frequente dos secadores, a diminuição das lavagens dos fios, o uso de boinas, chapéus e, como consequência, a caspa, fios opacos e sem brilho, ressecamento e queda.

O tricologista e terapeuta capilar, Arillson Christino, explica que o outono e o inverno são épocas propícias para o aparecimento de doenças do couro cabeludo, como caspa, coceira, eczema, seborreia e até queda dos fios: “No frio, o couro cabeludo fica menos hidratado por falta de suor e com isso surgem todas essas doenças relacionadas ao ressecamento da região”, afirma.

O especialista cita outros fatores que também podem influenciar, entre eles: a temperatura quente da água que resseca e retira o óleo natural do couro cabeludo, além de proteger e lubrificar os fios, “por isso a água deve estar sempre de morna para fria”, alerta. O profissional recomenda que os cabelos devem ser lavados pelo menos três vezes por semana, para eles ficarem mais fortes e mais protegidos até das quedas, comuns nessa época do ano.
O uso de chapéus, boinas, toucas, lenços e gorros também deve ser moderado, pois acabam aumentando a oleosidade do cabelo e facilitam o surgimento de fungos e bactérias no couro cabeludo, ressalta.

Usar secador também merece atenção especial. Arillson recomenda que para proteger os cabelos das ações provocadas pelo ar quente e dar mais brilho aos fios, seja utilizado algum protetor térmico antes de usar o aparelho.
Mas como nem sempre as mulheres conseguem tomar todas essas precauções e os danos já foram causados, a solução é buscar ajuda de cuidados de um especialista.

O expert em cabelos, conta que alguns tratamentos ajudam a recuperar os fios e deixá-los lindos e saudáveis.
Um deles é a “argiloterapia para o couro cabeludo”. Uma terapia capilar que primeiro utiliza óleo essencial apropriado ao fio do cabelo, para depois receber os benefícios da argila, que proporciona um peeling mecânico que fortalece o bulbo capilar. “Esse tratamento é bastante indicado para o inverno, pois regula a oleosidade, além de não ter contraindicação, afinal é fitoterápico”, conta.

Há ainda o mais potente e moderno tratamento criado por Ari, como é conhecido o tricoterapeuta. Chama-se “SOS” e além da revitalizar, devolve a proteína do cabelo e, em muitos casos, substitui a famosa escova progressiva. “O SOS é bastante eficaz em cabelos que precisam de cuidados devido às químicas constantes. O efeito é duradouro perante os modelos que existem no mercado. Por proporcionar uma hidratação profunda e verdadeira, retira volume e o efeito frizz, com duração de um a dois meses”, detalha Ari.

Seguindo esses cuidados o resultado será garantido e os cabelos estarão saudáveis e prontos para as próximas estações.

-- --