B.B. King revelou intimidades em entrevista à apresentadora Bruna Lombardi

Bruna Lombardi entrevistou BB King para o programa Gente de Expressão | reprodução YouTube
Bruna Lombardi entrevistou BB King para o programa Gente de Expressão | reprodução YouTube

Descontraído, brincalhão e elegante, B. B. King não mediu palavras no bate papo informal com Bruna Lombardi em seu programa Gente de Expressão. “A maior parte do tempo da minha vida, eu estou feliz”, disse o mestre do Blues que morreu na última quinta-feira, em Las Vegas, nos EUA.

Durante a entrevista, ele falou sobre sua relação com a música, sobre a solidão de passar a maior parte do tempo na estrada, a falta que sente de casa, sobre os rituais antes de subir ao palco, espiritualidade, recismo e outros temas. As imagens de arquivo do programa Gente de expressão guardam relíquias e preciosidades de personalidades internacionais.

Gente de Expressão
O programa estreou em 1993 e, durante 10 anos, centenas de artistas foram entrevistados por Bruna Lombardi. No início da temporada, a direção era de Tadeu Jungle. Depois dele, Cao Hamburger, Mauro Lima, Laís Bodanski, Rosa de Luca e Carlos Alberto Riccelli assumiram a função. O “Gente de Expressão” começou como uma produção independente da Pulsar TV, que mais tarde se tornaria Pulsar Cinema.

Nomes como Bernard Henry Levy, Meryl Streep, Dustin Hoffman, Oliver Stone, José Saramago, Jorge Amado, Sebastião Salgado, Paulo Coelho, Harrison Ford, Keith Richards, Tom Jobim, David Bowie, Ridley Scott, Bernardo Bertolucci, Camile Paglia, Francis Coppola, George Clooney, entre outras personalidades passaram pelo divã de Bruna Lombardi. A maior parte dos entrevistados era a primeira vez que apareciam na TV Brasileira. A maneira descontraída como Bruna conduzia as entrevistas marcou um novo modelo de programa do gênero no país, abordando sempre temas sobre a vida, o trabalho e a intimidade de cada um.

-- --