Pedro Parente assumirá a presidência da Petrobras

Pedro Parente - Agência Brasil -NBR
Pedro Parente – Agência Brasil -NBR

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, confirmou na quinta-feira (19.05.16) que Pedro Parente aceitou o convite do presidente interino Michel Temer para assumir a presidência da Petrobras.

Parente é o atual presidente do Conselho de Administração da BM&F Bovespa e foi ministro da Casa Civil e ministro interino de Minas e Energia no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Participou da comissão de transição do governo FHC para o do ex-presidente Lula.

Formado em engenharia elétrica pela Universidade de Brasília (UnB), iniciou a carreira como servidor do Banco do Brasil em 1971 e, em 1973, foi para o Banco Central também por meio de concurso público. Atuou ainda como consultor do Fundo Monetário Internacional (FMI) e de instituições públicas no País, inclusive da Assembleia Nacional Constituinte de 1988.

No período de 2003 até 2009, foi Vice-presidente Executivo (COO) do Grupo RBS. Em 2010, tornou-se presidente e CEO da Bunge Brasil, cargo que ocupou até 2014. Atualmente é membro dos conselhos da SBR-Global e do Grupo ABC, do qual é presidente, além de ser sócio-diretor do grupo de empresas Prada de consultoria e assessoria financeira.

Não haverá indicações políticas
Pedro Parente disse que não haverá indicações políticas na estatal. Em sua primeira entrevista após ser nomeado pelo presidente interino Michel Temer para o cargo, Parente disse ser “claro e taxativo” com relação ao assunto. Segundo ele, esta é a “orientação clara” de Temer.

Elogiando a gestão atual de Aldemir Bendine à frente da empresa, o engenheiro disse que a decisão de aceitar o convite para o posto não foi um processo simples. Ele disse sentir a relevância e responsabilidade do cargo e disse que a determinação de Temer é que a empresa vai continuar e aperfeiçoar a sua governança para que seja “estritamente profissional”.

“A relação do governo com a Petrobras é de acionista controlador. Portanto, o seu primeiro interesse é o sucesso da empresa. É assim que o presidente Michel Temer vê, é assim que eu também vejo e é assim que a gente vai trabalhar. Teremos uma visão absolutamente profissional, voltada aos interesses da empresa e

Fonte : Portal Brasil