Manifestantes pró-Dilma Rousseff fazem bloqueios em 8 Estados e no DF

Cinco rodovias gaúchas amanheceram bloqueadas na terça-feira (10.05.16). Manifestantes com bandeiras vermelhas e do PT e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff fazem protestos na BR-116, na BR-290, BR-386, ERS-040 e RSC-453. A promessa é de que outras estradas sejam interrompidas. Os protestos são organizado pela Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, que definiram a terça-feira como ‘Dia Nacional de Paralisações e Mobilização contra o Golpe’. As ações estão causando transtornos e congestionamentos no trânsito.

A CUT divulgou nota na segunda-feira (09.05.16) anunciando um dia nacional de mobilizações e paralisações para terça-feira. Segundo o texto, seriam realizados atos em todos os estados, incluindo o fechamento de rodovias, passeatas e ocupações de escolas e universidades.

Na Região Metropolitana de Porto Alegre, há protestos em Eldorado do Sul, Viamão, Nova Santa Rita, Sapucaia do Sul, Cruz Alta, Rio Grande, São Borja e Santana do Livramento. Em São Leopoldo, com transito lento e em Eldorado, com transito paralisado. Na RS-40, a Brigada Militar conseguiu acordo com os manifestantes e a estrada será liberada na altura de Viamão. Duas rodovias de Caxias do Sul, na Serra gaúcha, tiveram manifestações. Os manifestantes fizeram bloqueios na BR-116, nas imediações do bairro São Ciro. O trânsito foi liberado a cada 15 minutos. O ato iniciou por volta de 6h30min e encerrou pouco antes de 8h.

Em São Paulo, manifestantes bloquearam algumas das principais avenidas da cidade. Ás 7h30min, a capital paulista tinha mais de 70 quilômetros de vias congestionadas, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Grupos queimaram pneus e trancam vias na Capital paulista.

Na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, um protesto é realizado BR-101, na altura de Itaguaí. A ação, que ocorre no km 394, bloqueia o trecho nos dois sentidos da rodovia.

No RN, ônibus urbanos ficaram nas garagens no início da manhã de terça-feira

Na Bahia, protestos deixam o trânsito lento em avenidas de Salvador. Há bloqueios em rodovias estaduais e federais.

Pelas redes sociais, a Frente Brasil Popular, que reúne vários movimentos sociais, convocou os manifestantes para irem às ruas. “Vai ter muita luta em defesa da democracia! O Brasil diz não contra o golpe!”, diz uma mensagem postada no Facebook. Já Central Única de Trabalhadores (CUT), convoca atos em todo o país “em defesa da democracia, dos direitos trabalhistas sociais e humanos”. A contraditória convocação, visa conseguir voluntários para participarem de manifestações que vão prejudicar os direitos de ir e vir de trabalhadores.

Nota atualizada às 9h20 para inclusão e revisão de informações