Jornalista Ricardo Boechat morre em acidente de helicóptero


Paloma Tocci e Ricardo Boechat no Camarote Planeta Band no Carnaval 2016 de Salvador – Divulgação Band

Morre Ricardo Boechat

O jornalista Ricardo Boechat, 66 anos, morreu na manhã de segunda-feira (11.02.19) após queda do helicóptero em São Paulo. Boechat havia participado de uma palestra em Campinas, no interior de São Paulo, e estava voltando para a capital; o helicóptero ia para a Rede Bandeirantes.

A queda da aeronave havia sido noticiada pelo próprio grupo Band, onde Boechat trabalhava, ainda sem identificar que o jornalista se encontrava entre os mortos.

“Duas pessoas morreram após a queda de um helicóptero em cima de um caminhão no km 22 da Rodovia Anhanguera, sentido interior, com o Rodoanel”, noticiou o portal de notícias, atribuindo a informação à BandNews FM, que chegou a ouvir o motorista do caminhão. “Eu diria que hoje nasci de novo”, disse ele. Segundo a matéria, os corpos ficaram carbonizados. A segunda vítima é o piloto do helicóptero.

NOTA DE PESAR I

É com profunda consternação que o Grupo Bandeirantes de Comunicação lamenta o súbito falecimento do jornalista Ricardo Boechat, hoje em São Paulo.

Além de um profissional muitíssimo conceituado, premiado e admirado, o Brasil perde um grande homem, pai de seis filhos, avô e amado esposo.

A toda sua família, e à família do piloto Ronaldo Quatrucci, transmitimos mais uma vez nossos sentimentos.

Estamos todos, funcionários e colaboradores, muito tristes e abalados com esta trágica notícia.

Agradecemos as inúmeras mensagens de carinho, tanto dos telespectadores e ouvintes quanto de emissoras e veículos da imprensa nacional e internacional.

“O jornalismo e o Brasil perderam hoje uma referência insubstituível. E nós, do Grupo Band, perdemos um amigo e profissional que jamais esqueceremos”, lamenta João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

NOTA DE PESAR II

A Federação Nacional das Empresas de Rádio e TV (Fenaert) manifesta seu pesar pela morte trágica do jornalista Ricardo Boechat, ocorrida nesta segunda-feira, 11 de fevereiro. A entidade lamenta profundamente a perda de um profissional tão valoroso, que conquistou o reconhecimento do público e se tornou um dos comunicadores mais admirados do Brasil.

“Boechat alcançou um nível de maestria em manter a objetividade do bom jornalismo sem deixar de emitir sua opinião. Certamente é uma grande perda para a comunicação brasileira”, destaca o presidente da Fenaert, Guliver Leão.

Boechat passou pelos principais jornais do país, como O Globo, O Dia, O Estado de São Paulo e Jornal do Brasil. Trabalhava como âncora da rádio BandNews FM e da TV Bandeirantes, no Jornal da Band. Foi também diretor de jornalismo na Band e trabalhou como âncora em diversos jornais do Grupo. Conquistou três prêmios ESSO e foi maior ganhador da história do Prêmio Comunique-se, sendo o único a vencer em três categorias distintas (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV).

.

.